Auxílio emergencial: veja calendário da 6ª parcela para Bolsa Família

As datas foram definidas conforme a mesma lógica aplicada nos pagamentos anteriores: a sexta parcela vai ser efetuada conforme o NIS dos beneficiários.

Calendário da sexta parcela do auxílio emergencial para Bolsa Família: enquadramento fechado em mão segurando seis notas de cinquenta reais

O governo federal deixou de aceitar novos pedidos de auxílio emergencial a partir do mês de julho de 2020. - Foto: Concursos no Brasil

Como o auxílio emergencial foi estendido até o final de dezembro de 2020, a sexta parcela para os inscritos no Bolsa Família começará a ser transferida a partir do dia 17 de setembro. A lógica continuará sendo a mesma aplicada nos pagamentos anteriores: os repasses serão realizados conforme o final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários.

Os inscritos no Bolsa Família poderão garantir a quantia em espécie nas agências da Caixa Econômica Federal, rede de lotéricas e correspondentes bancários. Por conseguinte, não será preciso fazer nenhum tipo de solicitação especial para permanecer recebendo os valores do auxílio emergencial.

Lembrando que o governo federal deixou de aceitar novos pedidos de auxílio emergencial a partir do mês de julho de 2020. Nos últimos meses, somente solicitações em reanálise foram incluídas nos novos lotes.

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Calendário da 6ª parcela para os inscritos no Bolsa Família

De acordo com o Ministério da Cidadania, os beneficiários do Bolsa Família vão ser os primeiros a receberem a sexta cota do auxílio emergencial. O cronograma para essa parcela, com o novo valor de R$ 300, segue até o dia 30 de setembro. Vale ressaltar que as mães responsáveis pelo sustento da família deverão continuar tendo o direito à quantia dobrada (R$ 600).

Desde o início do programa, o objetivo era de efetuar três parcelas únicas para aqueles que estivessem em condição de vulnerabilidade social. O presidente Jair Bolsonaro, após pressão popular e dos congressistas, decidiu prorrogar para mais duas cotas (quarta e quinta parcela). Entretanto, estudos estavam sendo feitos para que os pagamentos continuassem acontecendo até dezembro de 2020.

O governo federal, no dia 01 de setembro de 2020, anunciou oficialmente a prorrogação para até o final do ano sob o novo valor de R$ 300. A MP (Medida Provisória) nº 1.000/2020, publicada na última quinta-feira (03/09), também criou regras mais rígidas para a permanência dos beneficiários no programa do auxílio emergencial. 

Confira, abaixo, o calendário da sexta parcela para os beneficiários do programa Bolsa Família:

Data do pagamentoBeneficiário do Bolsa Família
17 de setembroNIS final 1
18 de setembroNIS final 2
21 de setembroNIS final 3
22 de setembroNIS final 4
23 de setembroNIS final 5
24 de setembroNIS final 6
25 de setembroNIS final 7
28 de setembroNIS final 8
29 de setembroNIS final 9
30 de setembroNIS final 0

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários