Auxílio emergencial de Santa Catarina será pago; veja quem vai receber

Auxílio emergencial de Santa Catarina terá três parcelas de R$ 300 cada. A previsão é de que os pagamentos comecem no mês de julho. Confira mais detalhes.

Auxílio emergencial de Santa Catarina: logo do programa SC Mais Renda, de Santa Catarina

Os beneficiários vão receber o valor total de R$ 900 até o fim dos repasses, conforme o governo do estado. - Foto: Reprodução / Governo de Santa Catarina

O auxílio emergencial de Santa Catarina, também conhecido como “SC Mais Renda”, foi aprovado no dia 09 de junho de 2021 e será pago para cerca de 67 mil famílias catarinenses. Ao todo, os beneficiários vão receber três parcelas no valor de R$ 300 (ou seja, total de R$ 900 por contemplado). A primeira parcela do auxílio emergencial de SC, conforme o governo do estado, começará a ser paga no final de julho.

“O SC Mais Renda é um auxílio emergencial do governo do estado de Santa Catarina para auxiliar famílias em vulnerabilidade social ou que perderam o emprego e fonte de renda durante a pandemia do coronavírus”, informa a página oficial do benefício. As pessoas atendidas pelo auxílio emergencial de Santa Catarina, por sua vez, vão receber cartões, que deverão ser usados em estabelecimentos conveniados com a rede Alelo.

Por meio deles, o governo de SC irá depositar os valores mensalmente. O local para a retiradas dos cartões, além de outros detalhes, vão ser detalhados em breve. Abaixo, você confere todas as informações que já foram disponibilizadas a respeito do auxílio emergencial de Santa Catarina, como requisitos mínimos para recebimento, grupos de beneficiários e período para inscrições.

Auxílio emergencial de Santa Catarina: quem vai receber?

De acordo com o governo do estado, o auxílio emergencial de Santa Catarina será pago em três parcelas de R$ 300 para os seguintes grupos de beneficiários:

  1. Famílias vinculadas ao Cadastro Único (CadÚnico) até o dia 09 de junho de 2021 e que estejam em situação de pobreza ou extrema pobreza. Para esse público, não será necessário fazer inscrição para receber o auxílio emergencial de Santa Catarina;
  2. Trabalhadores que perderam o vínculo formal de emprego entre 19 de março de 2020 e 1º de maio de 2021, desde que estejam ligadas aos setores de alimentação, hospedagem, eventos, artes cênicas, turismo ou transporte rodoviário público (detalhes sobre os setores estão presentes na página oficial do programa). Para esse grupo de beneficiários, será preciso fazer inscrição para garantir as parcelas do auxílio de SC.

Os beneficiários vão receber o valor total de R$ 900 até o fim dos repasses, conforme o governo do estado.

Auxílio emergencial de Santa Catarina: quem não vai receber?

Existem algumas condições que impedem o recebimento do auxílio emergencial de Santa Catarina. Acompanhe:

  • Não morar em Santa Catarina;
  • Ter recebido o auxílio emergencial federal;
  • Receber parcelas do programa Bolsa Família;
  • Receber Benefício de Prestação Continuada (BPC);
  • Tinha vínculo ativo de emprego na data de 9 de junho de 2021;
  • Tinha, em maio de 2021, recebido parcelas do seguro-desemprego;
  • Tinha, em maio de 2021, recebido benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS);
  • Residia no exterior na data de 9 de junho de 2021;
  • Cumpria pena em regime fechado na data de 9 de junho de 2021;
  • Tenha recebido o auxílio emergencial destinado aos trabalhadores da cultura.

Auxílio emergencial de Santa Catarina: inscrições

As inscrições somente serão exigidas para os trabalhadores que perderam o emprego durante a pandemia. Para realizar o procedimento, será necessário acessar a página do auxílio emergencial de Santa Catarina e seguir as instruções indicadas ao clicar no botão “cadastre-se aqui”. O prazo estará aberto até 23 de junho.

Já os integrantes do CadÚnico não vão ter que efetuar inscrições para receber o auxílio emergencial de Santa Catarina. Até porque todas as suas informações já constam na base de dados do Cadastro Único.

Auxílio emergencial de SC: sobre os pagamentos

Quando os cadastros forem aprovados, os beneficiários vão receber cartões magnéticos para movimentar as parcelas do auxílio emergencial de Santa Catarina. Será possível usá-los em estabelecimentos credenciados à rede Alelo, como:

  • Supermercados;
  • Mercearias;
  • Padarias;
  • Quitandas;
  • Açougues;
  • Farmácias;
  • Restaurantes;
  • Papelarias;
  • Livrarias; e
  • Postos de combustíveis.

Não haverá possibilidade de sacar o valor das parcelas. Detalhes sobre a entrega dos cartões estarão disponíveis na página do auxílio emergencial de Santa Catarina. Além disso, o governo de SC poderá encaminhar e-mails com mais informações a respeito dos pagamentos.

“O governo do estado irá distribuir um cartão magnético personalizado com o benefício em cada município, por meio do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). (...) Os recursos poderão ser utilizados até 90 dias após cada crédito efetuado”, explicou a página do programa.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »