Auxílio emergencial pode começar a ser pago na segunda semana de abril

Ao que tudo indica, o auxílio emergencial 2021 começará a ser transferido na segunda semana de abril. Caixa ainda divulgará os calendários de pagamento.

Pagamento do auxílio emergencial 2021: montagem com dinheiro desfocado. Em destaque, texto "novo auxílio emergencial"

Ao todo, aproximadamente 45,6 milhões de famílias vão ser contempladas com as novas parcelas. - Foto: Pixabay / montagem Concursos no Brasil

O auxílio emergencial 2021 já recebeu a aprovação das casas legislativas. Mesmo que as regras já tenham sido liberadas por meio do Diário Oficial da União, o calendário de pagamentos ainda não foi divulgado pela Caixa. A ideia seria de promover as transferências no início de abril. Por outro lado, conforme apurações feitas pelos jornalistas da “Veja", os pagamentos poderão começar apenas na segunda semana do mesmo mês.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, já afirmou que os valores das parcelas vão depender das composições familiares dos beneficiários. Isso quer dizer que as mães provedoras do lar deverão contar com pagamentos de R$ 375, enquanto os que moram sozinhos terão direito às cotas de R$ 150. Já os demais beneficiários vão receber repasses médios de R$ 250. Em breve, a Caixa informará todas as datas de pagamento.

Pagamento do auxílio emergencial 2021 deve começar em abril

O auxílio emergencial de 2021 será destinado somente para quem recebeu as parcelas do ano passado, desde que continuem atendendo aos critérios de renda. Ou seja, terão direito aqueles que estejam recebendo até meio salário mínimo por membro da família, sem ultrapassar a renda total de três salários mínimos.

A primeira parcela da nova rodada de pagamentos, por sua vez, deverá ser paga a partir de abril. Ao todo, aproximadamente 45,6 milhões de famílias vão ser contempladas com as novas parcelas, tendo como prioridade:

  • 28.624.776 beneficiários não inscritos no CadÚnico e já inscritos em plataformas digitais da Caixa;
  • 6.301.073 integrantes do CadÚnico;
  • 10.697.777 atendidos pelo Bolsa Família.

Assim como aconteceu nos pagamentos do ano passado, os beneficiários do auxílio emergencial poderão movimentar as novas parcelas pelo Caixa Tem. O aplicativo está disponível para celulares com sistemas Android e iOS, sendo possível encontrá-lo nas lojas virtuais da Google Play e App Store. Vale lembrar que nenhuma taxa adicional é cobrada para usar as funcionalidades do app.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »