Auxílio emergencial poderá ser movimentado por meio de PIX, informa BC

O Banco Central autorizou o uso do PIX para quem recebe o auxílio emergencial, mas o recurso somente ficará disponível a partir do dia 30 de abril. Saiba mais.

PIX para quem recebe o auxílio emergencial: logo do auxílio emergencial em fundo azulado

O BC confirmou que o PIX poderá ser usado para movimentar as parcelas do auxílio emergencial. - Foto: Reprodução/Governo Federal

Nesta quinta-feira (22/04), o Banco Central informou que o PIX poderá ser usado para movimentar as novas parcelas do auxílio emergencial. A funcionalidade, no entanto, só vai ficar disponível com a liberação dos saques imediatos, tendo em vista o calendário antecipado pela Caixa Econômica Federal (CEF). Ou seja, as transferências por meio do PIX serão permitidas a partir do dia 30 de abril de 2021, levando em conta o mês de aniversários dos beneficiários.

Entretanto, o Banco Central informou que existe uma exceção à regra: não será permitida a transferência via PIX para contas com a mesma titularidade. "Tal excepcionalidade se faz necessária visando a proteção dos usuários, uma vez que tais recursos não podem ser objeto de descontos ou de compensações que impliquem a redução do valor do auxílio", complementou o BC em comunicado feito nesta quinta, dia 22 de abril de 2021.

Auxílio emergencial: transferências via PIX serão liberadas a partir do dia 30 de abril

Para quem não faz parte do Bolsa Família, o calendário do auxílio emergencial foi organizado em duas fases diferentes. Os pagamentos, em primeiro momento, serão depositados nas poupanças sociais digitais. Quando as parcelas forem devidamente pagas, os beneficiários terão direito de efetuar compras pelo aplicativo Caixa Tem, bem como gerar cartão virtual de débito.

Já os saques imediatos e as transferências (via PIX, DOC ou TED) somente vão ficar disponíveis em datas posteriores, conforme cronograma divulgado pela instituição bancária. Lembrando que o calendário do auxílio emergencial foi organizado com base no mês de aniversário dos beneficiários. Essa lógica, no entanto, não se aplica aos inscritos no Bolsa Família. Para esse público, as datas foram escalonadas de acordo com os últimos dígitos do NIS.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »