Banco do Brasil e Caixa não serão privatizados, diz Bolsonaro

Presidente da República negou que Ministério da Economia pretenda privatizar a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil.

concurso caixa econômica federal

Banco do Brasil, Caixa, Petrobras: Bolsonaro nega privatizações. - Foto: Divulgação / Senado Federal

No dia 04 de dezembro o presidente da república, Jair Bolsonaro, disse que o governo não tem a intenção de desestatizar a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil. O presidente fez a afirmação para rebater o que disse uma reportagem do jornal O Globo, sobre os estudos que já vêm acontecendo no Ministério da Economia para privatizar esses bancos.

"Da minha parte, não existe qualquer intenção de pensar em privatizar Banco do Brasil ou Caixa Econômica. Zero", afirmou Bolsonaro (Agência Brasil). Disse ainda que as fontes ouvidas pelo jornal são servidores "de terceiro escalão".

Ministério da Economia também nega privatizações

A matéria d' O Globo foi divulgada no dia 03 de dezembro de 2019 e informa que a equipe do ministro Paulo Guedes, da Economia, está se preparando para começar o processo que deve direcionar o governo para a privatização do Banco do Brasil.

O primeiro passo, segundo as fontes consultadas, seria convencer o presidente. Contudo, a reportagem também trouxe a negativa do próprio Ministério da Economia, reafirmando o que ratificaria Bolsonaro um dia depois: de que não há a pretensão de privatizar BB, Caixa e Petrobras.

Concurso Caixa continua sem previsão

Com a notícia de que o governo não pretende mesmo privatizar a Caixa, a expectativa por novo concurso público na instituição pode se elevar. No entanto, o cenário atual não é tão promissor.

Na Caixa ocorreram concursos nos anos de 2012 e de 2014. De lá para cá, não houve mais planejamento para a realização de novas seleções externas e ainda se busca convocar aprovados do último concurso.

A oportunidade de 2012 foi exclusivamente voltada para a - naquela época - tradicional formação de cadastro reserva no cargo de Técnico Bancário Novo e em outros cargos de nível superior.

Já o concurso Caixa de 2014, sob a responsabilidade do Cebraspe, abriu também cadastro de reserva para Técnico Bancário Novo, Engenheiro (áreas Agronômica, Elétrica, Mecânica e Civil) e Médico do Trabalho.

Mas vale lembrar que hoje o banco não pode mais abrir concurso exclusivo para cadastro de reserva. Ou seja, se um novo concurso surgir, ele precisa prever vagas efetivas, reais, existentes.

Banco do Brasil fez concurso em 2018

O último concurso do Banco do Brasil é mais recente: aconteceu no ano de 2018 e ofereceu vagas para o seu cargo de entrada: Escriturário (nível médio).

A Fundação Cesgranrio foi a responsável por selecionar os candidatos às 30 vagas imediatas e às 30 vagas para cadastro de reserva, todas para lotação nas agências situadas em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.

A notícia mais animadora e atual que se tem sobre a possível abertura de um novo concurso Banco do Brasil surgiu há alguns meses. É que o banco pediu cassação de uma decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região (TRT-10), que determinou a necessidade de contratação específica de servidores de nível superior, mas o STF não a permitiu.

De acordo com informe do STJ, a decisão do TRT-10 veio para combater o desvio de função dos Escriturários do BB, que são de nível médio, por estarem desempenhando atribuições de nível superior. Acompanhe outros detalhes sobre o concurso previsto do Banco do Brasil.

Compartilhe

Comentários