Banco do Brasil: Portaria publicada aumenta expectativa para concurso

Banco do Brasil divulga nova Portaria fixando o limite máximo para seu quadro funcional, aumentando a expectativa para publicação do edital de seu concurso.

Banco do Brasil

Portaria aumenta expectativa para realização do concurso - Foto: Wikimedia Commons

A nova Portaria publicada na edição de 31 de março de 2020 do Diário Oficial da União (DOU) fixou o novo quantitativo de funcionários do Banco do Brasil. Com relação ao ano anterior, houve queda no limite do quadro funcional da instituição criando, assim, uma grande expectativa para o novo edital do concurso Banco do Brasil 2020.

Conforme a publicação feita pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (SEST), o quantitativo máximo para o quadro de funcionários do Banco do Brasil é de 102.681 funcionários.

Vale salientar que esse número engloba todos os funcionários do Banco, como empregados efetivos por meio de concurso público, sem concurso público (admitidos antes de 1988), empregos comissionados, funcionários cedidos de outros órgãos, empregados readmitidos e reintegrados, temporários entre outros.

De acordo com a Portaria nº 8.775 de 2020, “compete à empresa gerenciar seu quadro de pessoal próprio, praticando atos de gestão para contratar ou desligar empregados, desde que observado o limite estabelecido (...), as dotações orçamentárias aprovadas para cada exercício, bem como as demais normas legais pertinentes”.

Com essa publicação, estão revogadas as duas Portarias anteriores de números 8.813/2019 e 17/2015. Em 2019, o limite estipulado era de 105.744, ou seja, o Banco do Brasil perdeu 3.063 funcionários, o que gera uma expectativa para a realização de seu concurso público.

Concurso Banco do Brasil 2020

A expectativa pelo novo concurso Banco do Brasil cresce cada vez mais, pois o edital já era para estar publicado. A previsão inicial era de que sua publicação ocorresse em março, mas por conta da pandemia de coronavírus houve um atraso.

O concurso irá preencher vagas no cargo de Escriturário, porém ainda não se tem informações sobre o número de vagas e nem sobre a banca organizadora. Como os últimos dois concursos do banco foram realizados pela Fundação Cesgranrio, existe forte indício que essa seja a banca.

Conforme já havíamos anunciado em nosso site, a estimativa é de que a remuneração seja de R$ 4.036,56 e de que o concurso ocorra em nível nacional, abrangendo diversos estados do Brasil.

Concurso anterior do Banco do Brasil (2018)

O concurso anterior do Banco do Brasil, que ocorreu em 2018, teve o objetivo de preencher 30 vagas, além de formação de cadastro reserva, todas no cargo de Escriturário. As oportunidades foram destinadas apenas para as cidades de Brasília - DF, Rio de Janeiro - RJ e São Paulo - SP.

Apesar das vagas serem para as cidades citadas, houve realização de provas em Belém - PA, Belo Horizonte - MG, Brasília - DF, Campinas - SP, Curitiba - PR, Fortaleza - CE, Porto Alegre - RS, Recife - PE, Rio de Janeiro - RJ e São Paulo - SP.

Na época, foi cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 48,00.

O concurso foi composto por provas objetiva e de redação. Sobre a prova objetiva, foram 70 questões, sendo 20 de Conhecimentos Básicos e 50 de Conhecimentos Específicos. Confira as disciplinas cobradas em cada área:

  • Conhecimentos Básicos: Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Matemática e Atualidades do Mercado Financeiro;
  • Conhecimentos Específicos: Probabilidade e Estatística, Conhecimentos Bancários e Conhecimentos de Informática.

Inicie seus estudos! Faça o simulado para o cargo de Escriturário e saia na frente dos seus concorrentes. Como o concurso anterior caiu a disciplina de Língua Inglesa, vale a pena conferir este artigo que traz dicas sobre como estudar inglês para concursos.

Concursos na área de TI

Além do concurso para Escriturário, o banco pretende realizar uma nova seleção na área de Tecnologia da Informação (TI). De acordo com o presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, “Nós estamos pensando na possibilidade de um concurso mais direcionado para essa área de tecnologia e inovações. Hoje a porta de entrada do BB é só um concurso para escriturário”. 

A fala do presidente ocorreu em evento realizado pelo banco Credit Suisse em São Paulo.

Tópico: Banco do Brasil

Compartilhe

Comentários