Bolsa Família 2021: mais cadastros podem ser aprovados neste ano

Com a reformulação do Bolsa Família 2021, ao menos 300 mil novos cadastros podem ser incluídos no programa. Esse aumento não suprirá a lista de espera. Entenda.

Cadastros no Bolsa Família 2021: enquadramento em mão segurando cartão do Bolsa Família

Outra mudança está associada com o arredondamento das parcelas médias. - Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Até então, o governo brasileiro está estudando maneiras de ampliar o alcance do Bolsa Família neste ano de 2021. As mudanças, que ainda não foram confirmadas, terão o propósito de fornecer mais garantias às unidades familiares que precisam do dinheiro. Além disso, espera-se que 300 mil novos cadastros sejam incluídos no programa.

A ampliação no número de beneficiários, entretanto, poderá não ser suficiente para suprir a lista de espera. Até porque cerca de um milhão de unidades familiares ainda aguardam parecer do Ministério da Cidadania. Outra mudança está associada com o arredondamento das parcelas médias para o valor de R$ 200.

Atualmente, 14,2 milhões de famílias recebem quantias mensais de R$ 192. “O programa [Bolsa Família em 2021] já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente, só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para o ano que vem 34,8 bilhões de reais”, afirmou o antigo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, na segunda quinzena de novembro de 2020.

Mudanças Bolsa Família 2021 após novas parcelas do auxílio emergencial

O novo formato do programa Bolsa Família estava previsto para ser apresentado no final de 2020, conforme informado por Onyx Lorenzoni. No entanto, a proposta de reformulação ainda não foi deliberada pelas casas legislativas. Pelo visto, o motivo está associado com tramitações internas de outros projetos.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que a proposta de remodelagem poderá ser anunciada, em detalhes, após o pagamento das novas parcelas do auxílio emergencial. “A gente espera, no final dos quatro meses, ter uma nova proposta para o Bolsa Família. Como é que vai ser o Bolsa Família a partir de julho [de 2021]. Essa que é a nossa intenção e trabalhamos nesse sentido”, afirmou em suas redes sociais.

Novos cadastros no Bolsa Família 2021 e inclusão de benefícios adicionais

Antes de deixar o Ministério da Cidadania, Onyx Lorenzoni já havia mencionado alguns detalhes que deverão ser incluídos no novo Bolsa Família. Um deles corresponde ao recurso de microcrédito digital produtivo, desde que os beneficiários sejam micro ou pequenos empreendedores. Confira outras mudanças que podem ser implementadas ainda em 2021:

  • Aumento no valor do Bolsa Família (possivelmente, R$ 200);
  • Inclusão de mais 300 mil cadastros no Bolsa Família. A lista de espera atual conta com aproximadamente um milhão de unidades familiares;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os estudantes com melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos com bom desempenho em ciência e tecnologia ou atividades esportivas;
  • Auxílio-creche de R$ 200 mensais para as mães inscritas no Bolsa Família.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »