Bolsa Família: Caixa abre contas digitais para 9 milhões de inscritos

Com as poupanças digitais, os beneficiários do Bolsa Família poderão movimentar suas parcelas sem a necessidade de sacá-las de uma só vez. Confira os detalhes.

Contas digitais para Bolsa Família: logo do Bolsa Família em fundo amarelado

Desde dezembro de 2020, as poupanças sociais estavam sendo criadas de maneira gradual. - Foto: Divulgação / Montagem Concursos no Brasil

Ao todo, a Caixa Econômica Federal liberou poupanças sociais digitais para nove milhões de beneficiários do Bolsa Família. As contas foram criadas para quem ainda não tinha vínculo com nenhuma instituição bancária. No entanto, vale lembrar que todos os inscritos no programa ainda terão direito de sacar suas parcelas com o cartão ‘Cidadão’ ou 'Bolsa Família’.

Neste mês, a Caixa finalizará o cronograma para a abertura das contas digitais. Elas serão concedidas aos beneficiários com NIS finais 1 e 2 (dias 18 e 19 de março de 2021, respectivamente). Os demais inscritos no programa já tiveram suas poupanças ativadas nas três etapas anteriores, que aconteceram entre os meses de dezembro de 2020 e fevereiro de 2021. Abaixo, você confere mais detalhes sobre o assunto.

Liberação das contas digitais para Bolsa Família

Desde dezembro de 2020, as poupanças sociais estavam sendo criadas de maneira gradual, com base no final do NIS (Número de Identificação Social) dos beneficiários. Após a liberação das contas pelo Caixa Tem, não será preciso gerar nenhuma senha para acessar o aplicativo. Os inscritos no Bolsa Família, dessa maneira, poderão usar o mesmo código do cartão social.

Veja, abaixo, o cronograma para a liberação das contas digitais:

  • Em dezembro de 2020: inscritos com NIS finais 0 e 9;
  • Em janeiro de 2021: inscritos com NIS finais 6, 7 e 8;
  • Em fevereiro de 2021: inscritos com NIS finais 3, 4 e 5;
  • Em março de 2021: inscritos com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Bolsa Família no Caixa Tem: principais mudanças

As poupanças sociais digitais visam garantir movimentações das parcelas do Bolsa Família sem a necessidade de sacá-las de uma só vez. Assim sendo, os beneficiários vão conseguir consultar saldos, emitir extratos, realizar pagamentos e efetuar transferências bancárias pelo aplicativo Caixa Tem. Veja as principais mudanças:

  • Sem quaisquer tarifas adicionais, as contas pelo Caixa Tem funcionam como poupanças simplificadas;
  • As movimentações terão limites diários de R$ 1.200 e mensais de R$ 5.000;
  • As parcelas poderão ser usadas para fazer compras por meio do cartão virtual de débito e QR Code. Essas funcionalidades podem ser acionadas pelo aplicativo Caixa Tem;
  • Pagamentos das contas de água, luz, gás e boletos (pelo Caixa Tem ou diretamente nas casas lotéricas).
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »