Bolsa Família: governo corta milhares de benefícios no Nordeste

Bahia foi o estado mais prejudicado pelo corte de beneficiários do Bolsa Família, gerando críticas do governo baiano.

De acordo com dados do Comitê Técnico da Assistência Social do Consórcio Nordeste, o governo federal cortou milhares de beneficiários do Bolsa Família no Nordeste e no Norte do Brasil entre dezembro de 2020 e fevereiro de 2021.

Conforme as informações, o Nordeste perdeu 48 mil famílias beneficiadas e o Norte cerca de 13 mil. Em contrapartida, as outras regiões ganharam mais pessoas. O Sul obteve 26.504 novos inscritos e o Sudeste ganhou mais de 21 mil. O crescimento no Centro-Oeste foi de um pouco mais de 4 mil.

Bahia foi o estado mais prejudicado

Segundo os dados, a Bahia é o estado com o maior número de pessoas que foram excluídas. 12.706 famílias perderam o Bolsa Família, sendo o estado que registrou o maior número no país. Em sequência estão os estados do Ceará (8.639) e Pernambuco (7.550).

O secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia, Carlos Martins, criticou a decisão do governo federal em realizar os cortes ao afirmar que as regiões Norte e Nordeste são as que mais necessitam de recursos do Bolsa Família.

“São as duas regiões [Norte e Nordeste] mais vulneráveis e com a maior parte da população mais pobre do país. Em meio a um dos momentos mais difíceis, o governo corta benefícios de quem mais precisa”, afirmou o secretário em fala à imprensa.

Nordeste tem demanda de 670 mil famílias

Ainda é apontado que o Nordeste possui uma demanda de mais de 670 mil famílias. Todas possuem o perfil necessário para poder fazer parte do Bolsa Família, mas estão na chamada “fila de espera”, ou seja, estão esperando que o governo federal libere seus nomes na folha de pagamentos do benefício.

Uma preocupação dos especialistas é em relação ao fim do auxílio emergencial, pois quem está inscrito no Bolsa Família ainda será assistido pelo governo. No entanto, quem não faz parte do programa ou está na lista de espera não receberá dinheiro e poderá passar por necessidades.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »