Bolsa Família será AMPLIADO após novas parcelas do auxílio emergencial

Ao que tudo indica, o programa Bolsa Família de 2021 será ampliado após a liberação das novas parcelas do auxílio emergencial. Confira os detalhes.

Após a concessão das novas parcelas do auxílio emergencial, o Bolsa Família 2021 deverá ser devidamente ampliado pelo governo brasileiro. O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que uma proposta de remodelagem será apresentada para o Congresso Nacional. Ao que tudo indica, os repasses médios do programa vão passar a ser de R$ 200 (atualmente, os beneficiários recebem cerca de R$ 192 por mês).

Antes de deixar o Ministério da Cidadania, Onyx Lorenzoni já havia mencionado alguns detalhes que deverão ser incluídos no Bolsa Família de 2021. Um deles diz respeito à funcionalidade de microcrédito digital produtivo, especificamente para os beneficiários que sejam micro ou pequenos empreendedores. Assim sendo, será possível solicitar empréstimo de R$ 1.000 para retomar as atividades econômicas.

“A gente acresce o microcrédito produtivo, que vai permitir, por exemplo, que uma pessoa possa buscar até R$ 1 mil, comprar uma máquina, repor o seu estoque, para retomar sua atividade econômica”, afirmou ao portal Jovem Pan. Lorenzoni também informou que o nome do programa continuará sendo o mesmo. A proposta, então, apenas modificará a estrutura do Bolsa Família.

Bolsa Família de 2021 será ampliado pelo governo

Em novembro de 2020, Onyx Lorenzoni informou que o projeto sobre as mudanças do Bolsa Família já está pronto. Ele deverá contar com novas regras e benefícios para as famílias dentro da linha da pobreza. Durante evento no Palácio Guanabara, ele afirmou que o programa poderá alcançar mais de 20 milhões de brasileiros com baixa renda.

“O programa já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente (Jair Bolsonaro), só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para o ano que vem 34,8 bilhões de reais”, explicou Onyx Lorenzoni na época. Confira, abaixo, os novos benefícios que poderão ser incluídos no Bolsa Família de 2021:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para estudantes com os melhores desempenhos escolares;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que se destacarem na área de ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que se destacarem em atividades esportivas;
  • Auxílio-creche de R$ 200 mensais para as mães beneficiárias do Bolsa Família.

Auxílio emergencial de 2021 deverá ter quatro novas parcelas

Durante live em suas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro prometeu que o auxílio emergencial de 2021 terá quatro novos pagamentos. A previsão é de que, em breve, as parcelas comecem a ser transferidas no valor mensal de R$ 250. Conforme o chefe do Executivo, a proposta já foi debatida com o ministro Paulo Guedes, mas os detalhes ainda não foram definidos.

“Estive hoje com Paulo Guedes. A princípio, o que deve ser feito? A partir de março, por quatro meses, R$ 250 de auxílio emergencial. Então é isso que está sendo disponibilizado, está sendo conversado, em especial com os presidentes da Câmara e Senado, porque a gente tem certeza de que, se nós acertarmos, vai ser em conjunto”, explicou.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »