Bolsa Família: última semana para contestar auxílio emergencial

Prazo de contestação do auxílio emergencial 2021 vai até o dia 01 de maio de 2021. Saiba como fazer a contestação por meio da Dataprev.

Bolsa Família: última semana para contestar auxílio emergencial, logo do Bolsa Família

Contestação deve ser feita online. - Foto: Divulgação

Beneficiários do Bolsa Família, que tiveram o auxílio emergencial 2021 negado, poderão fazer a contestação até o final desta semana. De acordo com o Ministério da Cidadania, o prazo se encerra no sábado, dia 01 de maio de 2021.

Segundo o governo federal, cerca de 10 milhões de beneficiários do Bolsa Família foram aprovados, mas existem aqueles que tiveram algum problema identificado pela Dataprev e tiveram o auxílio emergencial negado.

Como contestar auxílio emergencial 2021 negado

Para contestar a negativa do auxílio emergencial 2021, o beneficiário do Bolsa Família deve entrar no site de consulta da Dataprev. Em seguida, siga os passos detalhados logo na sequência:

  • Faça o login com os dados solicitados;
  • Após entrar, se seu auxílio estiver negado, irá aparecer a palavra “inelegível”;
  • Verifique qual o motivo do benefício ser negado;
  • Clique em “solicitar contestação”;
  • Depois, será perguntado se o beneficiário realmente quer fazer o procedimento. Confirme o seu interesse.

Lembre-se de corrigir o problema informado antes de fazer a contestação.

Em caso de dúvidas, o beneficiário pode entrar em contato com o Ministério da Cidadania por meio do telefone 121.

Não custa repetir que o prazo para a contestação termina no dia 01 de maio de 2021! Depois disso, não será mais possível recorrer de possíveis erros.

Os pagamentos do auxílio emergencial para quem recebe o Bolsa Família começou no dia 16 de abril de 2021. O calendário utiliza o algarismo final do Número de Identificação Social (NIS) para fazer os repasses.

Sobre o auxílio emergencial 2021

De acordo com o governo, os pagamentos do auxílio emergencial 2021 atingirão mais de 45 milhões de pessoas. Os repasses começaram em 06 de abril e variam conforme o grupo de pessoas. Veja os valores:

  • R$ 150 para pessoas que moram sozinhas;
  • R$ 250 para trabalhadores;
  • R$ 375 para mulher provedora de família monoparental (mãe solteira).
Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »