Bolsonaro dá sinal verde para criação de novo programa social

Após anunciar o cancelamento do Renda Brasil, o presidente autorizou que novo programa social fosse concebido.

Bolsonaro dá sinal verde para criação de novo programa social, Jair Bolsonaro discursando

Autorização foi dada ao deputado Márcio Bittar. - Foto: Palácio do Planalto

De acordo com o deputado Márcio Bittar (MDB - AC), o presidente Jair Bolsonaro deu ordens para a criação de um novo programa social nos mesmos moldes do Renda Brasil, que acabou sendo cancelado pelo próprio presidente.

Segundo Bittar, Bolsonaro autorizou que o parlamentar, relator do Orçamento, introduzisse o novo programa dentro dos planos da proposta orçamentária de 2021. O deputado afirmou que a preocupação do governo é não deixar a população, que recebeu o auxílio emergencial, desamparada com o fim do benefício.

"Tomei café da manhã com o presidente da República. Agora, antes do almoço conversamos mais um pouco, eu fui solicitar ao presidente, se ele me autorizava a colocar dentro do orçamento a criação de um programa social que possa atender milhões de brasileiros que foram identificados ao longo da pandemia e que estavam fora de qualquer programa social. O presidente me autorizou", afirmou.

Ao mesmo tempo em que falou sobre a autorização do presidente em criar um novo programa, o deputado afirmou que ainda não possui muitos detalhes. O fator principal para as novas conversas será a questão econômica, problema que afetou o Renda Brasil. O parlamentar apenas se limitou a dizer que se reunirá com líderes no Congresso e com a equipe econômica.

"Não adianta agora a gente especular do que vai tirar, onde que vai cortar, mas estou autorizado pelo presidente, ele me deu sinal verde. E, a partir de agora, vou conversar com os líderes do governo no Senado e na Câmara, conversar com a equipe econômica. Mas a semana que vem a ideia é apresentar um relatório que tenha as PEC's e a criação desse programa", justificou o deputado.

Agora, a tendência é que um novo plano seja apresentado em breve para poder entrar em vigor o quanto antes. “Mas, de qualquer maneira, a convicção é: tem que ser criado. O melhor é que se crie agora, não deixar para o ano que vem, para que esses milhões de brasileiros possam passar o Natal e Ano Novo mais tranquilos, sabendo que vai ter alguma coisa que vai lhes proteger", comentou Bittar.

Cancelamento do Renda Brasil

Na terça-feira (15/09), por meio de um vídeo para as redes sociais, Bolsonaro anunciou que o Renda Brasil, programa de transferência de renda, foi cancelado e que o assunto não poderia mais ser tratado dentro do seu governo.

Ainda no vídeo, o presidente afirmou que o Bolsa Família iria continuar em seu mandato. “Até 2022, no meu governo, está proibido falar a [palavra] Renda Brasil. Vamos continuar com o Bolsa Família e ponto final”, afirmou Bolsonaro.

O Renda Brasil estava sofrendo com muitas críticas por causa das alternativas criadas pelo Ministério da Economia para captar recursos para o programa. Entre as propostas da equipe econômica estavam cortes de benefícios sociais e até o congelamento de aposentadorias. O presidente se dizia inconfortável com a retirada de verbas “de pobres para dar para paupérrimos”.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Comentários