Cadastros do Bolsa Família devem ser regularizados até maio; entenda

Governo divulgou que o prazo final para ficar em dia é o mês de maio de 2021.

Foi divulgado, pelo governo federal, nesta segunda-feira (04/01), que os cadastros do Bolsa Família devem ser regularizados até maio. A medida é válida para quem tiver os repasses bloqueados em janeiro e fevereiro de 2021. O benefício será cancelado em junho caso nada seja feito.

Vale lembrar que, na mesma segunda-feira, a Caixa anunciou o calendário completo do Bolsa Família 2021. O governo ainda irá anunciar os valores dos depósitos.

Doações e participações durante eleições levantaram suspeitas

Os bloqueios e cancelamentos estão ocorrendo por causa de doações e participações realizadas nas eleições municipais de 2020. Candidatos que foram eleitos, que declararam patrimônios altos, pessoas que doaram muito dinheiro ou beneficiários que não cumpriram alguma regra do programa, serão cortados. Você pode conferir o grupo completo de pessoas, aqui.

De acordo com levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em parceria com Tribunal de Contas da União (TCU) e dados do Cadastro Único, 91,5 mil beneficiários do Bolsa Família doaram R$ 77,5 milhões nas eleições.

Como regularizar o cadastro do Bolsa Família?

Para poder regularizar o cadastro do Bolsa Família e continuar recebendo o benefício em 2021, o interessado deve ir ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) de seu município até o mês de maio de 2021.

No local, representantes do governo solicitarão explicações sobre as movimentações de dinheiro e sobre a situação atual da família do beneficiário. Ele terá de comprovar que ainda se enquadra nas regras do bolsa Família e que precisa dos pagamentos.

Quais são as regras do Bolsa Família?

Para poder fazer parte do Bolsa Família, é preciso que o indivíduo seja classificado como membro de uma família que esteja em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Também é necessário que as seguintes regras sejam cumpridas:

  • Ser inscrito no Cadastro Único, seguindo todas as suas exigências;
  • Fazer parte de família que possui renda mensal até R$ 89,00 por pessoa;
  • Ser integrante de família com renda mensal entre R$ 89,01 e R$ 178,00 por pessoa e que tenham gestantes ou crianças/adolescentes até 17 anos.

Procure a Caixa para dúvidas sobre o Bolsa Família

A Caixa Econômica Federal é o banco responsável por realizar os repasses do Bolsa Família. Em caso de dúvidas sobre o programa, ligue no telefone 0800 726 0207 de forma gratuita. Além disso, o banco disponibilizou um site sobre os detalhes do Bolsa Família.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »