Caixa libera calendário do Bolsa Família de fevereiro de 2021; VEJA

Confira, em nossa matéria, o calendário do Bolsa Família de fevereiro de 2021. O governo brasileiro divulgou as datas oficiais no início do ano.

A Caixa Econômica Federal já liberou o calendário do Bolsa Família de fevereiro de 2021. Dessa maneira, os beneficiários do programa já podem consultar a data dos seus respectivos pagamentos.

Vale lembrar que os depósitos são realizados conforme o último dígito do Número de Identificação Social (NIS). O propósito é de evitar aglomerações nas agências bancárias ou lotéricas.

Calendário do Bolsa Família de fevereiro de 2021

Mesmo com a divulgação oficial do cronograma para o recebimento do Bolsa Família, o governo ainda não anunciou os novos valores dos pagamentos.

É possível que as parcelas passem a ser de R$ 200, mas os detalhes não foram confirmados pela equipe do presidente Jair Bolsonaro. Confira, abaixo, o calendário completo do Bolsa Família de fevereiro de 2021:

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 111 de fevereiro de 2021
NIS 212 de fevereiro de 2021
NIS 317 de fevereiro de 2021
NIS 418 de fevereiro de 2021
NIS 519 de fevereiro de 2021
NIS 622 de fevereiro de 2021
NIS 723 de fevereiro de 2021
NIS 824 de fevereiro de 2021
NIS 925 de fevereiro de 2021
NIS 026 de fevereiro de 2021

Reformulação do Bolsa Família será apresentada em breve

Com o fim do auxílio emergencial, o governo brasileiro pretende reformular as regras e os benefícios do Bolsa Família. O objetivo é de ampliar o alcance e a efetividade do programa, estabelecendo um novo valor médio para as parcelas mensais e beneficiando mais pessoas.

Com base em informações preliminares, o novo Bolsa Família passará a contemplar quantias de R$ 200. Confira outros detalhes que podem ser implementados ainda em 2021:

  • Inclusão de mais 300 mil famílias que estão na lista de espera;
  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os estudantes com melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos com bom desempenho na área de ciência e tecnologia;
  • Auxílio-creche mensal de R$ 200 para as mães beneficiárias do Bolsa Família;
  • A condição de extrema pobreza, atualmente considerada quando a renda da pessoa é de até R$ 89, poderá aumentar para R$ 92;
  • A condição de pobreza, quando a renda da pessoa é de até R$ 178, poderá aumentar para R$ 192 per capita.

Liberação das poupanças digitais para Bolsa Família

O governo brasileiro anunciou que todos os beneficiários do Bolsa Família vão contar com poupanças sociais digitais para o recebimento das parcelas. Elas vão ser criadas de maneira gradual e automática, conforme o último dígito do NIS.

Feita a liberação das contas, os inscritos no programa poderão movimentar o dinheiro pelo aplicativo Caixa Tem (Android e iOS). Veja, abaixo, o calendário previsto para a liberação das poupanças sociais digitais:

  • Em dezembro de 2020: inscritos com NIS finais 0 e 9;
  • Em janeiro de 2021: inscritos com NIS finais 6, 7 e 8;
  • A partir de fevereiro de 2021: inscritos com NIS finais 3, 4 e 5;
  • A partir de março de 2021: inscritos com NIS finais 1 e 2, além dos grupos populacionais específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares, assentados, acampados e pessoas em situação de rua).

Segundo a Caixa Econômica Federal, as poupanças digitais vão ser implementadas como uma alternativa para as unidades familiares.

Isso quer dizer que os beneficiários vão continuar tendo a possibilidade de sacar o dinheiro por meio dos cartões tradicionais do programa (‘Cidadão’ ou ‘Bolsa Família’).

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »