Auxílio emergencial: Caixa disponibiliza pagamentos via QR Code

Quem recebe o auxílio emergencial poderá fazer compras utilizando o QR Code. Anúncio foi feito pelo presidente da Caixa.

Caixa libera QR Code para quem recebe auxílio emergencial, pessoa utilizando QR Code

QR Code poderá ser usado por quem tem direito ao auxílio emergencial. - Foto: Pixabay

A Caixa anunciou que quem recebe o auxílio emergencial poderá, a partir de sexta-feira (29), fazer o pagamento em farmácias, supermercados e outros estabelecimentos por meio de QR Code. No caso, basta o interessado utilizar o aplicativo Caixa Tem, o mesmo usado no auxílio emergencial, apontando a câmera do celular para o código referente ao pagamento.

O lançamento oficial da nova opção para pagar contas ocorreu nesta quinta-feira (28) e contou com empresários e autoridades. Foi explicado que o método de pagamento no aplicativo foi desenvolvido em parceria com a Elo. Conforme o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, mais de 3 milhões de estabelecimentos já estão aptos a receberem via QR Code.

A novidade já havia sido antecipada desde o lançamento do Caixa Tem. Além disso, na segunda-feira (25), Pedro Guimarães afirmou que o lançamento do QR Code estava próximo. Na época, ele havia comentado que a ideia era facilitar o uso do auxílio e movimentar o dinheiro. “Isso vai acelerar o uso do dinheiro depositado, reduzir a necessidade de ir nas agências e permitir que dezenas de milhões de brasileiros que nunca tiveram acesso a um cartão, a uma conta de banco, consigam uma cidadania melhor", disse.

O que é o QR Code

O QR Code, também denominado como Código QR, é um tipo de código de barras. A principal diferença é que as barras são unidimensionais, isto é, são lidas em uma única linha. Já o QR Code é bidimensional, sendo levado em consideração a altura e comprimento. Entre as funções deste código está a de se realizar pagamentos.

Na hora de pagar, o quadradinho do QR Code aparecerá na tela da maquinha de cartão. Em seguida, a pessoa que possui o auxílio emergencial precisa abrir o aplicativo Caixa Tem. Depois, selecionar a opção de pagamento por QR Code. Por fim, basta aproximar a câmera do celular perto do código que está na tela da maquinha. Se der certo, uma confirmação de pagamento aparecerá no celular.

Segunda parcela do auxílio em andamento

A Caixa começou a fazer o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial no dia 18 de maio. Quem era inscrito no programa Bolsa Família recebeu primeiro. Para facilitar os pagamentos, o governo criou um calendário. Nele, os beneficiados foram divididos em três grupos: Bolsa Família, Poupança Social e restante das pessoas.

Ao todo, a Caixa irá pagar três parcelas de R$ 600,00. O benefício foi criado como forma de mitigar os efeitos econômicos da pandemia do novo coronavírus em uma parcela da população. No caso, a preocupação era com quem se encontra em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

A Caixa havia informado que já pagou mais de R$ 60 bilhões em auxílio emergencial. Os números levam em consideração a soma da primeira e da segunda parcela do benefício. Segundo a instituição, mais de 55,1 milhões de pessoas já receberam o dinheiro.

Conforme o banco, do total pago, R$ 22,8 bilhões foram parar nas mãos dos beneficiários do Bolsa Família, R$ 11,7 bilhões tiveram como destino os inscritos no Cadastro Único e R$ 25,5 bilhões foram para o restante da população que fez o registro pelo site ou por meio do aplicativo do auxílio emergencial.

Compartilhe

Comentários