Calendário 13º salário do INSS 2021: 2ª parcela será paga até 07/07

Conforme o calendário do 13° salário do INSS, os depósitos da segunda parcela terminam de ser feitos nesta quarta-feira, dia 07 de julho. Confira os detalhes.

O pagamento do 13° salário do INSS para aposentados e pensionistas foi antecipado pelo governo, conforme calendário divulgado pelo secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia. As quantias pagas são de até R$ 550,00.

Quem ganha até um salário mínimo e tem NIS final 1 deverá receber a 2ª parcela até esta quarta-feira (07/07). O mesmo prazo limite diz respeito aos beneficiários que contam com salário superior ao piso nacional.

Vale lembrar que, inicialmente, o 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS era para ter sido liberado em abril, assim como aconteceu no ano passado. Isso porque o benefício de 2021 já havia sido autorizado e diz respeito à medida para diminuição dos impactos econômicos da pandemia de COVID-19.

Entretanto, o atraso na votação do Orçamento 2021 impediu que a antecipação do 13º salário do INSS fosse feita no prazo previsto. Somente no dia 22 de abril de 2021, com a sanção presidencial, é que os recursos foram realmente destravados.

Quem recebe o 13° salário do INSS?

O 13° salário do INSS 2021 está sendo concedido em duas parcelas para quem, durante o ano, recebeu aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença, auxílio-acidente ou auxílio-reclusão. O objetivo é aumentar a renda desse público, incentivando a recuperação financeira em meio à crise ocasionada pela pandemia.

Por outro lado, vale lembrar aqueles que contam com o Benefício de Prestação Continuada (BPC) não entram no grupo de atendidos pelo 13º salário do INSS. Abaixo, você confere o calendário completo do 13º salário do INSS.

O benefício foi dividido em duas parcelas, sendo que o primeiro pagamento ocorreu até o dia 08 de junho de 2021. 

Calendário 13° salário do INSS 2021: veja todas as datas de pagamento

Com o 13º salário para aposentados e pensionistas do INSS, o objetivo é que mais de 31 milhões de segurados possam ter acesso aos recursos, que serão pagos em duas parcelas. A partir desses pagamentos, devem ser injetados cerca de R$ 52 bilhões a economia brasileira.

A primeira parcela foi depositada entre os dias 25 de maio e 08 de junho de 2021 para quem recebe até um salário mínimo (R$ 1.100,00). Já quem conta com valores superiores a R$ 1.100,00 recebeu o benefício entre 01 e 08 de junho. A segunda cota começou a ser paga no dia 24 de junho e vai até 07 de julho.

Confira o calendário do 13º salário do INSS:

13º salário INSS 2021: segunda parcela

Seguindo a mesma lógica da 1ª parcela do 13º salário do INSS, quem tem direito a benefícios de até R$ 1.100 recebe a 2ª parcela nas seguintes datas:

  • Benefício com final 1: 24 de junho de 2021;
  • Benefício com final 2: 25 de junho de 2021;
  • Benefício com final 3: 28 de junho de 2021;
  • Benefício com final 4: 29 de junho de 2021;
  • Benefício com final 5: 30 de junho de 2021;
  • Benefício com final 6: 01 de julho de 2021;
  • Benefício com final 7: 02 de julho de 2021;
  • Benefício com final 8: 05 de julho de 2021;
  • Benefício com final 9: 06 de julho de 2021;
  • Benefício com final 0: 07 de julho de 2021.

Aqueles que recebem valores superiores a R$ 1.100, por sua vez, terão a segunda parcela do 13º salário do INSS nos dias:

  • NIS final 1 e 6: 01 de julho de 2021;
  • NIS final 2 e 7: 02 de julho de 2021;
  • NIS final 3 e 8: 04 de julho de 2021;
  • NIS final 4 e 9: 06 de julho de 2021;
  • NIS final 5 e 0: 07 de julho de 2021.

Agendamento e solicitação de benefícios do INSS em 2021

Desde 2017, o Instituto Nacional do Seguro Social garante agendamento/solicitação de benefícios pela internet (site ou aplicativo Meu INSS). Os recursos tiveram que ser ainda mais aprimorados, considerando o atual cenário de pandemia e a consequente limitação nos serviços presenciais.

Por isso, o chamado "Meu INSS" conta com diversos serviços para todos os segurados, como revisão de benefícios, agendamento de perícia médica e prova de vida digital. O aplicativo está disponível para celulares com sistemas Android e iOS, sendo habilitado para cidadãos que recebem qualquer tipo de benefício do INSS.

Ao acessar a página principal do app Meu INSS pela primeira vez, o sistema irá pedir para que o usuário faça um cadastro rápido. Bastará, então, clicar em “cadastrar senha”, preencher os dados solicitados e selecionar o ícone "continuar". Confira, abaixo, alguns serviços disponibilizados no aplicativo:

  • Aposentadoria por idade;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição;
  • Extrato previdenciário;
  • Consulta de declaração (nada consta);
  • Pensão por morte rural e urbana;
  • Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas);
  • Certidão de Tempo de Contribuição;
  • Simulação de Tempo de Contribuição;
  • Atualização de dados cadastrais do beneficiário;
  • Seguro Defeso do Pescador Artesanal;
  • Salário-maternidade;
  • Carta de Concessão de Benefício;
  • Extrato do imposto de renda;
  • Extrato de consignado;
  • Cálculo de contribuições em atraso;
  • Acordos Internacionais;
  • Excluir desconto de mensalidade associativa do benefício;
  • Possibilidade de recursos;
  • Cópia de processo;
  • Bloqueio do benefício para empréstimo consignado.

Também existe a possibilidade de consultar processos e obter mais informações pelo site "Meu INSS" ou por meio do número 135. As ligações são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sábado, das 7h às 22h.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »