Planejamento e MEC autorizam vagas para carreiras docente e técnica

Autorizados concursos públicos para professor do Ensino Básico e Tecnológico e Técnico-Administrativos em Educação. Total é de 768 cargos.

Os Ministérios do Planejamento e da Educação divulgaram conjuntamente a Portaria Nº 25, de 5 de fevereiro de 2013, que autoriza a realização de concurso público para o provimento de 532 cargos de Professor da Carreira de Educação Básica, Técnica e Tecnológica (EBTT) e 236 cargos Técnico-Administrativos em Educação.

Todas as oportunidades serão para ampliação dos Quadros de Pessoal dos Centros Federais de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET/RJ), de Minas Gerais (CEFET/MG), além do Colégio Pedro II e das Escolas Técnicas e Colégios de Aplicação vinculados às Universidades Federais.

A portaria, que foi publicada no Diário Oficial da União de 06 de fevereiro de 2013, indica que o provimento dos cargos nos quantitativos previstos deverá ocorrer a partir de fevereiro de 2013 e que poderão ser nomeados candidatos aprovados em concursos públicos vigentes, ainda não convocados.

O prazo para publicação de edital de abertura dos novos concursos, por parte dos dirigentes máximos de cada instituição, será de até três meses.

A distribuição dos cargos por número de vagas é a seguinte:

Professor da Carreira de Educação Básica, Técnica e Tecnológica - 532 vagas

Técnico-Administrativo em Educação - Classe E - 105 vagas

Técnico-Administrativo em Educação - Classe D - 83 vagas

Técnico-Administrativo em Educação - Classe C - 48 vagas

Total Geral - 768 vagas

Remuneração

Em nota, o MPOG informou que a para os cargos de professor da carreira de EBTT, a remuneração inicial é de R$ 2.215, para cumprimento de uma jornada de 40 horas semanais. Já os servidores técnico-administrativos em educação terão salários que poderão ser de R$ 1.473; 83 (classe C), R$ 1.758 (classe D) ou R$ 2.989 (classe E).

Atualização do quantitativo de docentesde IES Federais

Por meio de outra portaria, a Interministerial Nº 24, foi atualizado o quantitativo de cargos efetivos do Banco de Professor-Equivalente das universidades federais vinculadas ao Ministério da Educação. A ampliação foi de 1.673 cargos em relação a agosto de 2012, passando de 129.780 para 131.453, conforme a distribuição constante no anexo da portaria.

Edição com informações do Ministério do Planejamento e da Imprensa Oficial


Compartilhe