Defensores públicos reivindicam concurso público

Concurso para os Defensores Públicos Federais já foi solicitado ao Ministério do Planejamento e encontra-se em análise.

Hoje, existe uma demanda de pelo menos 800 novos Defensores Públicos Federais. É o que estima a Associação Nacional dos Defensores Públicos da União (Anadef), que no dia 16 de julho iniciou a chamada "operação-padrão", manifestação apoiada por 90% da classe, que pretende suspender novos atendimentos nas DPFs, sem prejuízo dos processos jurídicos que já foram iniciados.

O movimento tem o objetivo claro de reivindicar melhorias na estrutura das unidades do órgão e a realização de concurso público para contratação de 800 defensores. O Ministério da Justiça, de acordo com reportagem da Agência Brasil, sinalizou que existe uma proposta para abertura de concurso já encaminhada desde dia 31 de maio para o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). No entanto, esse pedido no momento ainda se encontra em análise.

Para a Anadef, o atual quantitativo de 468 defensores públicos federais atuando no país é insuficiente para garantir a unidade da Defensoria Pública da União em todos os municípios com subseção da Justiça Federal.

Por Alberto Vicente - Plantão Concursos no Brasil

Compartilhe