Concurso Educação MG recebe cerca de 263 mil inscrições

Ao todo, são 262.989 interessados, sendo que mais de 53% dos inscritos foram para os cargos de professor.

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) recebeu aproximadamente 263 mil inscrições para o concurso público, que busca preencher 21.377 vagas, distribuídas nas carreiras da educação básica no Estado. Ao todo, são 262.989 interessados, sendo que mais de 53% dos inscritos foram para os cargos de professor. São 140.624 candidatos que concorrerão a uma das 13.993 oportunidades oferecidas para cargos de professores dos anos iniciais do ensino fundamental (1º ao 5º ano) e do ensino médio.

O número de professores interessados no concurso público deste ano foi maior do que o registrado no último exame. Na ultima edição, realizada entre os anos de 2004 e 2005, a Secretaria de Estado de Educação ofereceu 16.989 vagas para o cargo e teve 79.541 candidatos interessados, uma média de 4,68 por vaga. Já neste ano, a relação entre o número de inscritos e o número de vagas para o cargo de professor foi de 10,04 candidatos.

O concurso oferece vagas para professor nas áreas de Arte, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Língua Estrangeira Moderna - Espanhol, Língua Estrangeira Moderna - Inglês, Língua Portuguesa, Matemática, Química, Sociologia e para atuação nos anos iniciais do ensino fundamental. A remuneração inicial para o cargo de Professor de Educação Básica é de R$ 1.320,00 para uma jornada de trabalho de 24 horas semanais, no modelo unificado de remuneração.

Também foram disponibilizadas vagas para os cargos de Analista Educacional - ANE (378 vagas); Analista Educacional/Inspeção Escolar - ANE/IE (133 vagas); Especialista em Educação Básica - EEB (1.869 vagas); Assistente Técnico Educacional - ATE (603 vagas) e Assistente Técnico de Educação Básica - ATB (4.401 vagas). A jornada de trabalho e a remuneração para esses profissionais variam de acordo com o cargo. No caso do Analista Educacional/Inspetor Escolar, por exemplo, a remuneração inicial é de R$ 3.300, para uma jornada de 40 horas semanais. 

De acordo com a secretária de Estado de Educação, Ana Lúcia Gazzola, "o concurso atende uma demanda que temos por novos profissionais que, juntos aos servidores que já integram a rede pública estadual, contribuirão para o desenvolvimento de uma educação de qualidade em Minas". A secretária destaca, ainda, que para este concurso estão sendo oferecidas vagas para os mais diferentes cargos das carreiras da educação. "A rede estadual receberá novos profissionais não apenas para a sala de aula, mas para todas as áreas que integram o sistema educacional, como orientação educacional, supervisão, cargos administrativos, tão importantes para a boa gestão escolar.

Grande procura

O cargo que registrou o maior número de inscritos no concurso público foi o de Assistente Técnico de Educação Básica. Foram 60.279 candidatos inscritos para concorrer a uma das 4.401 vagas. A concorrência, contudo, é maior no cargo de Analista Educacional. Foram 29.181 para uma das 378 vagas, uma média de 77 candidatos por vagas. Já entre os professores a maior procura é registrada no cargo de professor dos anos iniciais do ensino fundamental. Foram quase 59 mil inscritos para uma das 3.551 vagas.

Comprovante de inscrição

O comprovante de inscrição, com o horário e local de realização das provas, será disponibilizado no site da Fundação Carlos Chagas (http://www.concursosfcc.com.br/), organizadora do concurso, com antecedência mínima de cinco dias úteis antes da primeira etapa do concurso, a ser realizada em 4 de março de 2012. Os candidatos que não possuem computadores com acesso à Internet poderão utilizar as estruturas disponíveis nas 47 superintendências regionais de ensino para acessar o documento.

O concurso público será realizado em duas etapas. Na primeira, de caráter eliminatório e classificatório, o candidato fará prova objetiva. Já a segunda etapa, de caráter classificatório, será destinada a análise de títulos.

A prova objetiva será composta de 60 questões de múltipla escolha, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. As referências para estudo constam do anexo V do edital do concurso. Será considerado aprovado na primeira etapa do processo o candidato que obtiver o mínimo de 50% de acertos nas questões de conhecimentos gerais e 50% nas questões de conhecimentos específicos. As provas objetivas serão aplicadas de manhã ou à tarde, de acordo com o cargo pretendido pelo candidato.

Para o esclarecimento de dúvidas sobre o concurso, os candidatos poderão acessar o sítio na Internet da Fundação Carlos Chagas, no endereço eletrônico http://www.concursosfcc.com.br/, item "Fale conosco" ou pelo telefone (11) 3723-4388.

Agência Minas

Compartilhe