Concurso Iapen - AP: governo convoca 326 profissionais aprovados

Governador Camilo Capiberibe autoriza convocação de 326 concursados do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá.

A partir desta segunda-feira, 29 de abril, a Secretaria de Estado da Administração (Sead) fará a convocação de 326 profissionais que passaram no concurso público do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).  Serão 250 vagas para agentes penitenciários; 30 para educadores nível médio e 46 para nível superior.

Na área de nível superior serão chamados advogados, assistente social, pedagogo, médico pediatra, odontólogos, enfermeiros, analista de sistema, clínico geral, engenheiro civil, psicólogos, ginecologista, contador e professores de educação física.

"O concurso público dá segurança ao trabalhador e, ao mesmo tempo, melhora o atendimento ao cidadão, e é essa a nossa missão", declarou o governador Camilo Capiberibe na noite do dia 26/04, quando foi anunciada a convocação, após o governador ter assinado o documento de autorização.

Balanço de vagas por concurso público

De 2011 até agora, Camilo Capiberibe já ofertou, por meio de concurso público, 3.315 vagas. Desse total, 2.685 candidatos já foram convocados para trabalhar nas áreas de segurança pública, educação e saúde.

O Corpo de Bombeiros, por exemplo, aumentou seu efetivo em 20% com a convocação de 170 soldados combatentes e 6 soldados músicos. No concurso público para a educação foram abertas 1.492 vagas. Desse total, 700 professores e pedagogos foram chamados de imediato para ocupar os postos e assim suprir a carência de educadores na rede estadual de ensino.

Na saúde também houve novas contratações. Das 1.593 vagas ofertadas pelo concurso, 1.428 candidatos foram convocados para posse, mas já há previsão de uma nova chamada dos aprovados, através do cadastro de reserva, para ocupar as vagas que não foram preenchidas.

O Governo Estadual também contratou servidores que prestaram concurso público na gestão anterior, o que mostra compromisso da atual gestão com o funcionalismo público. Dos mais de mil candidatos convocados, mais de seiscentos foram chamados para contratação.

Com informações do Núcleo de Jornalismo/Secom Amapá

Compartilhe