Concurso IBGE adiado por causa da pandemia de coronavírus

A organização do concurso IBGE para 6,5 mil vagas temporárias está suspensa. De acordo com a assessoria, os trâmites serão retomados após a pandemia.

Concurso IGE: pessoa escrevendo em caderno

Edital deve sair em março. - Foto: Pixabay

A Coordenação de Comunicação Social do IBGE confirmou à equipe do Concursos no Brasil que a organização dos certames do Instituto está pausada. Há a previsão de um concurso IBGE com 6.500 vagas previstas para 2021. No entanto, a assessoria afirmou que “enquanto durar a pandemia de Covid19, não será possível dar início aos trâmites”.

A expectativa para uma nova seleção é grande, considerando a autorização do Ministério da Economia no último dia 11 de setembro de 2020. As mais de 6 mil vagas são para funcionários temporários e estão previstas na portaria ministerial nº 20.388/2020. De acordo com o documento, calcula-se que o edital deve ser liberado em torno de março de 2021.

Contudo, as etapas de organização estão paradas no momento e o Instituto não possui novidades acerca do assunto. Veja o que a equipe do IBGE disse na íntegra:

Concurso IBGE deveria ter acontecido em 2020

O objetivo era realizar o concurso IBGE para temporários em 2020 que trabalhariam na "operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do IBGE". Em vista da pandemia de coronavírus, o governo federal chegou a pensar em adiar o Censo para 2022, o que impediria a realização de novo certame.

Inicialmente foram liberados dois editais que somavam 208 mil vagas para Agentes Censitários e Recenseadores. Esses funcionários seriam responsáveis pela coleta de dados entre 1 de agosto e 31 de outubro. Entretanto, foram suspensos por causa do estado de emergência da COVID-19. Os candidatos puderam solicitar a devolução da taxa de inscrição.

Contudo, no Projeto de Lei Orçamentária (PLOA) para 2021, encaminhado ao Congresso Nacional no dia 31 de agosto de 2020, a realização do Censo IBGE foi mantida. Dessa forma, a ideia era que as contratações tivessem início em janeiro de 2021, mas provavelmente acontecerão mais para frente já que o edital foi adiado para meados de março.

Do total de vagas indicadas no PLOA, mais de 5 mil serão para Agentes de Pesquisa, com requisito de nível médio completo. O restante das oportunidades será para:

  • Supervisor de Coleta e Qualidade: 552 vagas;
  • Agente de Pesquisas por Telefone: 300 vagas;
  • Supervisor de Pesquisas: 25 vagas.

Apesar do adiamento do concurso IBGE, os candidatos devem continuar se preparando para novo certame em 2021.

Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »