Concurso IBGE: Instituto fala sobre corte no orçamento e Censo 2021

Corte no orçamento do Censo 2021 foi aprovado, mas ainda precisa ser sancionado pelo presidente. O texto pode impactar no andamento do concurso IBGE.

O Orçamento 2021 foi aprovado nesta quinta-feira (25/03) com um corte de R$ 1,7 bilhão no orçamento que estava separado para o Censo Demográfico2021 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O texto ainda deve ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro para ser validado. O orçamento solicitado inicialmente foi de R$ 3,4 bilhões, depois foi reduzido para R$ 2 bilhões e agora pode ser fechado em R$ 300 milhões.

A mudança de valores inviabiliza a realização da coleta de dados. Caso o Censo 2021 seja cancelado, irá impactar diretamente no concurso IBGE. O Instituto abriu 204.307 oportunidades temporárias para trabalhadores de níveis fundamental e médio que atuariam na pesquisa nos cargos de Recenseador e Agente Censitário. Dessa forma, pelo menos dois dos seis editais abertos poderiam ser suspensos

O Concursos no Brasil entrou em contato com a Coordenação de Comunicação Social do IBGE para entender melhor como o corte no orçamento do Censo 2021 pode impactar no novo concurso. Veja a resposta completa abaixo:

O que é o Censo Demográfico 2021?

O Censo do IBGE é uma pesquisa nacional feita é uma vez a cada 10 anos para montar um panorama geral acerca da população brasileira. Os Recenseadores e Agentes Censitários visitam cerca de 71 milhões domicílios em todo o país para entrevistar os moradores. Dessa forma, é possível verificar as condições de vida das pessoas nas diferentes regiões.

A partir dos dados coletados, o Governo pode definir a implantação de políticas públicas e outras ações, visando o desenvolvimento social. O estudo populacional é aplicado no formato de entrevista, composta por 26 questões. As informações colhidas são muito importantes abrangem os seguintes temas:

  • Características dos domicílios;
  • Identificação étnico-racial;
  • Nupcialidade;
  • Núcleo familiar;
  • Fecundidade;
  • Religião ou culto;
  • Deficiência;
  • Migração interna ou internacional,;
  • Educação;
  • Deslocamento para estudo;
  • Trabalho e rendimento;
  • Deslocamento para trabalho; e
  • Mortalidade.

A última pesquisa foi realizada no ano de 2010 e, caso não aconteça neste ano, haverá um intervalo de 11 anos com informações desatualizadas. O Censo era para ter acontecido em 2020, mas acabou sendo adiado para 2021 por causa da pandemia de COVID-19.

 e o último aconteceu no ano de 2010. Sendo assim, deveria ter sido realizada uma nova pesquisa em 2020. No entanto, por causa da pandemia de coronavírus, a coleta de informações precisou ser adiada e deveria acontecer neste ano de 2021. Com a crise de saúde ainda instalada no Brasil e a possibilidade de um corte orçamentário, o Censo pode ser prejudicado mais uma vez. 

Outros editais do Concurso IBGE

O concurso IBGE tem ainda quatro editais que, juntos, oferecem 6.500 vagas para profissionais de níveis médio e superior.  As oportunidades são para contratações de um ano nos cargos de:

  • Agente de Pesquisa e Mapeamento: 5.623 vagas de nível médio completo com remuneração de R$ 1.387,50;
  • Agente de Pesquisa por Telefone: 300 vagas de nível médio completo com remuneração de R$ 1.345,00;
  • Supervisor de Coleta e Qualidade: 552 vagas de nível médio completo com remuneração de R$ 3.100,00;
  • Supervisor de Pesquisas: 25 vagas de nível superior com remuneração de R$ 5.100,00.

Por não serem ofertas específicas para o Censo 2021, não devem ser afetadas pelo corte de orçamento

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »