Concurso IBGE: provas do dia 16 serão aplicadas para 14 mil inscritos

Conforme balanço do Cebraspe, cerca de 14,6 mil pessoas se inscreveram para o cargo de Agente de Pesquisas por Telefone. Provas acontecem no dia 16/05.

Concurso IBGE para Agente de Pesquisas por Telefone: logo do IBGE

As remunerações foram calculadas no valor de R$ 1.345,00 em jornadas de 30 horas semanais. - Foto: Divulgação/IBGE

Em balanço divulgado pelo Cebraspe, 14.623 pessoas se inscreveram no concurso IBGE para o cargo de Agente de Pesquisas por Telefone. As provas serão aplicadas provavelmente no dia 16 de maio de 2021 (domingo), com duração máxima de quatro horas. Vale lembrar que essa seleção foi mantida porque não está relacionada com o Censo, bem como não depende do Orçamento aprovado pelo governo.

Ao todo, serão preenchidas 300 vagas temporárias para o cargo de Agente de Pesquisas por Telefone. As inscrições puderam ser feitas a partir do dia 11 de março de 2021, mas foram finalizadas no dia 31 do mesmo mês. Para concorrer às oportunidades, era necessário ter nível médio completo e experiência, nos últimos cinco anos, em teleatendimento/telemarketing (ativo ou receptivo).

As remunerações foram calculadas no valor de R$ 1.345,00 em jornadas de 30 horas semanais. Lembrando que as provas do dia 16 de maio de 2021 serão aplicadas a partir das 13h, sendo finalizadas até 17h. Elas vão contar com 60 questões sobre Língua Portuguesa; Matemática e Raciocínio Lógico; Ética no Serviço Público; e Conhecimentos Gerais.

Pelo prazo de um ano, os candidatos contratados deverão:

  • Coletar informações via telefone, com segurança, presteza e atenção garantindo fidedignidade das informações; e
  • Realizar a coleta utilizando roteiros e scripts planejados, assistido por sistema computacional, visando a captar e resolver dúvidas quanto aos dados fornecidos.

Concurso IBGE: 6.500 vagas foram mantidas

Devido ao corte orçamentário, o Censo Demográfico poderá não ser realizado neste ano de 2021. Estavam previstas 204.307 vagas para recenseadores e agente censitários. No entanto, o IBGE nos confirmou que as demais seleções, que não dependem do Orçamento, continuam preservadas. Ao todo, 6.500 vagas vão ser destinadas para profissionais de níveis médio e superior.

“Lembramos que os processos seletivos para Agente de Pesquisas e Mapeamento, Supervisor de Coleta e Qualidade, Agente de Pesquisas por Telefone e Supervisor de Pesquisas não dependem do orçamento sancionado - esses estão mantidos”, destacou o IBGE em mensagem encaminhada para o site Concursos no Brasil. Para esses cargos, as remunerações variam de R$ 1.387,50 a R$ 5.100,00.

Confira como as vagas foram distribuídas:

  • Agente de Pesquisa e Mapeamento: 5.623 vagas para que tem nível médio, com remunerações de R$ 1.387,50 em jornadas de 40 horas semanais;
  • Agente de Pesquisas por Telefone: 300 vagas para profissionais com nível médio e experiência, nos últimos cinco anos, em teleatendimento/telemarketing Remunerações de R$ 1.345,00 em jornadas de 30 horas semanais;
  • Supervisor de Coleta e Qualidade: 552 vagas para nível médio. Remunerações de R$ 3.100,00 em jornadas de 40 horas semanais;
  • Supervisor de Pesquisas: 25 vagas para profissionais com nível superior em Gestão, Suporte Gerencial ou Tecnologia da Informação e Comunicação. A remuneração de R$ 5.100,00.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »