Concurso PF 2021: governo autoriza provas em dois meses após edital

O Ministério da Economia autorizou a realização da prova do concurso PF 2021 em dois meses após divulgação do edital.

Foi divulgada a portaria SEDGG/ME nº 25.634, no Diário Oficial da União de 06 de janeiro de 2021, onde o Ministério da Economia autoriza a redução, para dois meses, do prazo de antecedência mínima entre a publicação do edital do certame e a realização da primeira prova do concurso PF 2021.

Em dezembro de 2020, o secretário executivo do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Tercio Issami Tokano, enviou um oficio ao Ministério da Economia solicitando que, após a publicação do edital do concurso da Polícia Federal, a prova ocorra em 60 dias, ou seja, 2 meses.

Prazo entre a publicação do edital e as provas

De acordo com a norma, os órgãos federais têm um prazo de quatro meses entre o lançamento do edital e a realização da primeira prova de concurso. Contudo, no dia 14 de dezembro de 2020, a PF enviou um ofício ao Ministério da Economia pedindo a redução desse período pela metade. A pasta aprovou a solicitação e, dessa forma, as provas terão início dois meses após a publicação do edital.

A justificativa para a redução no cronograma do concurso Polícia Federal é que “foi estipulado de forma que possa ocorrer o provimento nos 1.500 cargos da Carreira Policial Federal ainda no ano de 2021”. No entanto, além das provas do concurso que formam a primeira etapa, os candidatos devem passar por um Curso de Formação Policial.

Seguindo o calendário sem redução do tempo, poderia não ser feita a incorporação de todas as vagas dentro do previsto. Isso porque, segundo o órgão, a Academia Nacional de Polícia, onde é realizado o treinamento, não tem capacidade para todos os aprovados. Dessa forma, será necessário dividir em duas turmas.

"Diante do exposto, e com fulcro no inciso IV do artigo 27 da Portaria ME Nº 406, de 8 de dezembro de 2020, do Ministério da Economia, bem como pelas razões apresentadas pela Polícia Federal, solicito autorização para que o prazo mínimo entre a publicação no Diário Oficial da União do edital do concurso público que será realizado pela Polícia Federal e a realização da primeira prova seja reduzido para dois meses”, dizia o ofício.

Concurso PF 2021: 1.500 vagas; edital em breve

De acordo com a autorização para o concurso Polícia Federal, as 1.500 vagas serão distribuídas da seguinte maneira:

  • Agente da Polícia Federal: 893 vagas;
  • Escrivão da Polícia Federal: 400 vagas;
  • Delegado da Polícia Federal: 123 vagas;
  • Papiloscopista: 84 vagas.

Recentemente, durante encerramento do curso de formação da PF, Bolsonaro informou que o edital do concurso Polícia Federal já está nos seus estágios finais.

“Estamos ultimando a confecção do edital de modo que o possamos ter esse efetivo a mais para combater o crime organizado no país”, destacou o presidente no dia 08 de outubro de 2020.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »