Concurso PF: ausência do cargo de Perito é contestada pela APCF

O fato do aval do concurso PF não contemplar o cargo de Perito foi motivo de repúdio por parte da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF).

Concurso Polícia Federal: o que faz um Agente da PF?, agentes da PF

Certame previsto não contempla cargo de Perito. - Foto: Polícia Federal/ Divulgação

Após a divulgação da autorização do concurso PF (Polícia Federal), com as informações sobre as vagas que serão ofertadas, o presidente da APCF, Marcos Camargo, repudiou a decisão do governo de não abranger o cargo de Perito. 

O fato foi motivo de contestação por parte da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), em razão da luta da categoria, do início ao fim, para garantir a presença da carreira na próxima seleção.

Para a APCF, realizar um concurso público sem abranger o cargo de Perito contribui para o enfraquecimento do Estado de Direito e o combate à criminalidade.

“A perícia criminal trabalha com base na ciência. Apontamos culpados, mas também inocentes, de forma isenta e equidistante das partes. O déficit de peritos certamente prejudica a instrução do processo penal e a ampla defesa e, assim, o Estado de Direito fica enfraquecido. O concurso para as categorias que compõe a Polícia Federal é fundamental. É lamentável e muito preocupante, contudo, a ausência de vagas para perito criminal federal”, disse em entrevista à Folha Dirigida, Marcos Camargo, presidente da APCF.

Vagas autorizadas no concurso PF

A autorização para realização do novo concurso da Polícia Federal foi publicada por meio de portaria no dia 09 de dezembro de 2020.

O certame é um dos mais aguardados do país e a corporação contará com 1.500 vagas efetivas para os cargos de Agente, Escrivão, Delegado e Papiloscopista. Dessa maneira, a expectativa é de que a banca organizadora seja definida nas próximas semanas!

A Portaria informa que as oportunidades estão divididas entre:

  • Agente de Polícia: 893 vagas;
  • Delegado de Polícia: 123 vagas;
  • Escrivão de Polícia: 400 vagas;
  • Papiloscopista Polícia Federal: 84 vagas.

Com base nos editais anteriores, para concorrer ao cargo de Delegado é necessário ter ensino superior em Direito, além de experiência de três anos para receber remuneração de R$ 23.130,48.

Para concorrer aos demais cargos é necessário ter graduação em qualquer área de formação, sendo previsto o salário inicial de R$ 12.441,26. As contratações serão feitas sob o regime estatutário, com estabilidade.

Concurso Polícia Federal: edital pode sair no primeiro semestre de 2021!

A autorização para o certame estava sendo aguardada há alguns meses, o que acabou acontecendo na última quarta-feira (09/12). Além disso, a publicação divulgada prevê o edital para o primeiro semestre de 2021.  “O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público será de até seis meses, contado a partir da publicação desta portaria”, informa a portaria. 

Em agosto de 2020 o presidente Jair Bolsonaro havia anunciado que a seleção iria acontecer. “O diretor-geral da Polícia Federal, nós conversamos com o ministro André (Mendonça) da Justiça, conversamos com Paulo Guedes e foram autorizadas, então, a abertura de concurso PF para 2.000 policiais federais”, garantiu.

Anteriormente o concurso previa um número maior de vagas, além de cargos de nível médio.

Márcia Andréia
Redatora
Jornalista no Portal Concursos no Brasil, estudou Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduanda em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Dom Alberto.
Atuou na produção da Record Bahia, na assessoria de comunicação da Prefeitura de Correntina - BA, na redação do Jornal do Sudoeste, dentre outras atividades na área de propaganda.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »