Concurso Polícia Federal: AUTORIZAÇÃO é publicada no Diário Oficial

Concurso Polícia Federal: 1.500 vagas foram oficialmente autorizadas em publicação do Diário Oficial da União. Saiba mais detalhes!

Ótima notícia aos concurseiros! Agora é oficial: saiu a autorização para realização do novo concurso da Polícia Federal, publicada por meio de portaria no dia 09 de dezembro de 2020.

A corporação contará com 1.500 vagas efetivas para os cargos de Agente, Escrivão, Delegado e Papiloscopista. Dessa maneira, a expectativa é de que a banca organizadora seja definida nas próximas semanas!

Art. 4º  O concurso público observará as disposições contidas:

  • I – no Decreto-Lei nº 2.320, de 26 de janeiro de 1987;
  • II – na Lei nº 9.266, de 15 de março de 1996; e
  • III – no Decreto nº 9.739, de 28 de março de 2019.

Vagas definidas para o novo concurso Polícia Federal

De acordo com o aval de autorização, as 1.500 vagas serão distribuídas entre cargos de nível superior, da seguinte maneira:

  • Agente da Polícia Federal: 893 vagas;
  • Escrivão da Polícia Federal: 400 vagas;
  • Delegado da Polícia Federal: 123 vagas;
  • Papiloscopista: 84 vagas.

Concurso Polícia Federal: requisitos e remuneração

Com base em editais passados, para concorrer a uma das vagas no novo concurso da PF, é necessário:

  • Delegado: possuir diploma de bacharel em Direito e a comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial;
  • Agente, Papiloscopista e Escrivão: ter curso superior em qualquer área.

A remuneração para os servidores chegou a passar de R$ 22 mil para Delegado e quase R$ 12 mil para os demais cargos.

Quantidade de vagas foi reduzida

A expectativa inicial para concurso Polícia Federal era de que fossem abertas 2.000 novas vagas, inclusive para profissionais de nível médio. Em novembro de 2020, a Folha de São Paulo publicou uma reportagem afirmando que o Ministério da Economia vetaria as duas mil oportunidades do certame. No caso, o concurso Polícia Federal passaria a ter 1.400 vagas

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Luís Boudens, negou que haveria redução e afirmou que as duas mil vagas estariam mantidas. “O que a gente sabe é que os problemas apontados na matéria da Folha já foram sanados há algum tempo e que, depois disso, não foi apontada mais nenhuma dificuldade”, afirmou em nota a assessoria da Fenapef .

Por fim, o documento de autorização, divulgado no DOU, traz 1.500 vagas para o concurso Polícia Federal.

Vagas na área administrativa e de apoio não foram autorizadas

De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, outras 508 vagas já haviam sido solicitadas pela Polícia Federal para provimento por meio de concurso público.

As oportunidades deveriam suprir o déficit de servidores na área administrativa e de apoio (níveis médio e superior), mas não foram autorizada pela Economia. Saiba mais detalhes aqui!

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »