Concurso Polícia Federal: convocações devem ocorrer em agosto de 2021

Os aprovados no concurso Polícia Federal devem ser convocados para o Curso de Formação em agosto de 2021. O provimento é até dezembro.

De acordo com informações passadas pela diretora de Gestão de Pessoal da Polícia Federal, delegada Cecília Silva Franco, em entrevista ao jornal Metrópoles, a instituição pretende chamar os aprovados no concurso Polícia Federal em agosto. A convocação será para o Curso de Formação, com provisão por completo até dezembro.

Outro ponto muito importante divulgado na entrevista foi o caso de provas aplicadas no mesmo dia. Candidatos interessados em mais de um cargo, deverão escolher somente um, pois todas as provas serão realizadas na mesma data.

Além disso, foi comentado como será o concurso Polícia Federal em relação as cotas. De acordo com a delegada, o próximo edital trará a regra de que classificados que não atenderem os requisitos para ficar na seleção das cotas, serão reclassificados na listagem geral.

Anteriormente, candidatos que não atendessem aos requisitos das cotas raciais eram automaticamente eliminados do concurso público.

Governo autoriza provas em dois meses após lançamento do edital

O Ministério da Economia autorizou recentemente a redução, para dois meses, do prazo de antecedência mínima entre a publicação do edital do certame e a realização da primeira prova do concurso PF 2021.

A justificativa para a redução no cronograma do concurso Polícia Federal é que “foi estipulado de forma que possa ocorrer o provimento nos 1.500 cargos da Carreira Policial Federal ainda no ano de 2021”. No entanto, além das provas do concurso que formam a primeira etapa, os candidatos devem passar por um Curso de Formação Policial.

Concurso Polícia Federal 2021 vai abrir 1.500 vagas

A banca organizadora, conforme dispensa de licitação de nº 11/2020, foi oficialmente contratada. O Cebraspe, assim como nos concursos anteriores, ficará responsável por todas as etapas eliminatórias e classificatórias. 

De acordo com a autorização para o concurso Polícia Federal, as 1.500 vagas serão distribuídas entre os seguintes cargos:

  • Agente da Polícia Federal: 893 vagas;
  • Escrivão da Polícia Federal: 400 vagas;
  • Delegado da Polícia Federal: 123 vagas;
  • Papiloscopista: 84 vagas.

Conforme o Ministério da Justiça e Segurança Pública, outras 508 vagas já haviam sido solicitadas para o novo concurso Polícia Federal.

As oportunidades deveriam suprir o déficit de servidores na área administrativa e de apoio (níveis médio e superior), mas não foram autorizada pela Economia.

Confira a distribuição das oportunidades efetivas, conforme o pedido protocolado em processo de nº 08200.007331/2020-88:

  • Administrador: 21 vagas;
  • Arquivista: oito vagas;
  • Assistente Social: 10 vagas;
  • Bibliotecário: uma vaga;
  • Contador: nove vagas;
  • Economista: três vagas;
  • Enfermeiro: três vagas;
  • Engenheiro: uma vaga;
  • Estatístico: quatro vagas;
  • Farmacêutico: uma vaga;
  • Médico: 65 vagas;
  • Nutricionista: uma vaga;
  • Odontólogo: 11 vagas;
  • Psicólogo: cinco vagas;
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 13 vagas;
  • Técnico em Comunicação Social: três vagas;
  • Agente Administrativo (nível médio): 349 vagas.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »