Concurso Polícia Federal: curso de tecnólogo é aceito? Descubra AQUI

Muitas pessoas podem estar se perguntando: afinal, o curso de tecnólogo é aceito como requisito no concurso Polícia Federal? Veja a resposta em nossa matéria.

Curso de tecnólogo é aceito no concurso Polícia Federal: enquadramento em parte de viatura da Polícia Federal

O novo certame abrangerá 1.500 vagas de caráter imediato. - Foto: Rovena Rosa / Agência Brasil

No dia 11 de dezembro de 2020, um novo concurso Polícia Federal foi autorizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública. Serão ofertadas 1.500 vagas imediatas e 500 em cadastro reserva, sendo que o edital tenderá a ser publicado em até seis meses. Por isso, muitos concurseiros já estão se preparando para ingressar na disputa. Uma das dúvidas recorrentes reside nas exigências mínimas. Afinal, o curso de tecnólogo é aceito como requisito no concurso Polícia Federal?

Em termos gerais, a resposta varia com base no cargo pleiteado. Todas as oportunidades exigem graduação completa de nível superior. No entanto, os requisitos para o posto de Delegado da PF são diferenciados. Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de todos os detalhes sobre o assunto!

Concurso Polícia Federal é confirmado; 1.500 vagas de preenchimento imediato

Muitos rumores circulavam a respeito do concurso Polícia Federal, especialmente quanto ao número de vagas. No dia 11 de dezembro de 2020, o suspense finalmente chegou ao fim: o novo certame abrangerá 1.500 vagas de caráter imediato. Confira a distribuição das oportunidades ofertadas:

"O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público será de até seis meses, contado a partir da publicação desta portaria", consta no documento oficial de autorização. Além do mais, haverá oportunidade em cadastro reserva para a segunda turma de aprovados. O concurso, até sua homologação final, alcançará o quantitativo de 2.000 vagas efetivas.

Concurso Polícia Federal: curso de tecnólogo é aceito como requisito?

Todos os cargos autorizados serão destinados para profissionais com nível superior completo. No caso do cargo de Delegado, será necessário ter diploma específico de bacharel em Direito e experiência de pelo menos três anos em atividades jurídicas ou policiais. A remuneração, conforme o último concurso Polícia Federal (2018), foi calculada no valor de R$ 22.672,48 em jornadas semanais de 40 horas.

Para os demais postos (Agente, Papiloscopista e Escrivão), será necessário ter curso superior em qualquer uma das áreas de formação. Isso quer dizer que, geralmente, a modalidade de tecnólogo é aceita como requisito mínimo para as três carreiras. A remuneração desses cargos poderá ser de R$ 11.983,26 em jornadas semanais de 40 horas, com a possibilidade de reajuste até o lançamento do novo edital de abertura.

Além disso, todos os candidatos precisam atender a outros requisitos gerais. Veja:

  • Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa;
  • Estar em dia com os direitos políticos;
  • Estar em dia com as obrigações militares (para homens);
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Ter carteira de identidade civil, além de CNH na categoria “B” (no mínimo);
  • Ter pelo menos 18 anos de idade até a data de matrícula no Curso de Formação Profissional; e
  • Ter aptidão física e mental para o exercício do cargo pleiteado.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »