Concurso Polícia Federal tem 321.615 inscritos; veja demanda por cargo

O Cebraspe divulgou balanço sobre o concurso Polícia Federal. Ao todo, 321.615 pessoas se inscreveram no certame. Provas marcadas para 23/05. Saiba mais.

Inscritos no concurso Polícia Federal: enquadramento em lateral de viatura da Polícia Federal

As provas escritas do concurso Polícia Federal continuam marcadas para o dia 23 de maio de 2021. - Foto: André Gustavo Stumpf / Flickr

O Cebraspe confirmou que 321.615 pessoas se inscreveram no concurso Polícia Federal. Todas as informações foram divulgadas pela página da banca organizadora. Ao todo, foram ofertadas 1.500 vagas de nível superior nos cargos de Delegado, Agente, Escrivão e Papiloscopista. As provas, mesmo com ação civil pública contra a realização, continuam marcadas para o dia 23 de maio de 2021.

Para ingressar na disputa, era necessário ter nível superior em qualquer área de formação. A exceção ficou para o cargo de Delegado, já que o edital de abertura exigiu bacharel em Direito e três anos de atividade jurídica ou policial. Abaixo, você confere detalhes sobre a demanda por vaga, que foi separada de acordo com os cargos na disputa.

Concurso Polícia Federal: Cebraspe divulga balanço de inscritos

A banca organizadora do concurso Polícia Federal, Cebraspe, confirmou que 321.615 pessoas se inscreveram no certame. Ela também divulgou o balanço das demandas por vaga. Confira abaixo:

  • Delegado: total de 27.751 inscritos para 123 vagas, com demanda de 225.62 por vaga;
  • Agente: total de 222.631 inscritos para 893 vagas, com demanda de 249.31 por vaga;
  • Escrivão: total de 53.611 inscritos para 400 vagas, com demanda de 134.03 por vaga;
  • Papiloscopista: total de 17.622 inscritos para 84 vagas, com demanda de 209.79 por vaga.

Concurso Polícia Federal: MPF entrou com ação para adiar provas

As provas escritas do concurso Polícia Federal continuam marcadas para o dia 23 de maio de 2021 (próximo domingo). Entretanto, o Ministério Público Federal entrou com uma ação pública para adiar a aplicação da etapa eliminatória. A manifestação do MPF veio após o advogado José Moura Neto entrar com ação popular para suspender as provas da PF, que foi movida por vários candidatos do certame.

“Que a CEBRASPE [sic] seja intimada a explicitar quais foram as medidas de segurança sanitária adotadas por ocasião da primeira fase do concurso para provimento de vagas na Polícia Rodoviária Federal, bem como a justificar a efetividade de tais medidas frente a vasta documentação probatória, apresentadas nestes autos, de violação às medidas de distanciamento social, e de aglomeração de candidatos (...)”, diz trecho que consta na ação do MPF.

A banca organizadora ainda não confirmou o adiamento das provas.

Vale a pena ficar de olho no site do Cebraspe para não perder nenhum detalhe sobre o assunto

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »