Concurso PRF: advogado pede anulação das provas

Advogado irá entrar com recurso para anular as provas do concurso PRF, considerando denúncias sobre falta de proteção contra a COVID-19 no dia da avaliação.

provas do concurso prf : agente da PRF durante serviço

Não há certeza da validade da liminar de anulação. - Foto: PRF Paraná/ Divulgação

O advogado José Moura Neto voltou a falar sobre as provas do concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal), que aconteceram no último domingo (09/05). O profissional informou que está reunindo denúncias sobre a falta de medidas de proteção contra a COVID-19 no dia das avaliações. O objetivo é entrar com uma liminar para anular as provas.

Anteriormente, Moura Neto entrou com um pedido para a suspensão da fase escrita, conseguindo o aval. No entanto, a Advocacia Geral da União recorreu à decisão e acabou conseguindo manter o certame. Apesar disso, ainda não há como saber se o recurso terá alguma validade ou mesmo se será levado em consideração.

Em suas redes sociais, o advogado publicou dizendo que “a juíza para remover o ilícito da prova ela pode anular a prova, basicamente é isso. Eu estou coletando todas as denúncias e o processo segue. Vamos em frente, lutar contra esse absurdo”. Enquanto isso o calendário do concurso PRF segue normalmente e os gabaritos já estão disponíveis para serem acessados.

Mais de 300 mil pessoas se inscreveram no concurso PRF

Entre os dias 25 de janeiro e 12 de janeiro de 2021, o Cebraspe contabilizou 304.330 inscrições efetivadas. Os candidatos precisaram arcar com taxa única de R$ 180,00 para validar o registro e participar da seleção de nível superior. O certame também prevê como requisito possuir CNH na categoria B.

A próxima etapa avaliativa é um teste de aptidão física que irá avaliar a capacidade física dos concorrentes para cumprimento das tarefas da carreira. O cargo de Policial Rodoviário Federal conta com ganhos de R$ 9.899,88 mensais, bem como gratificações e bonificações por trabalho desempenhado em hora de descanso.

Advogado também quer a suspensão do concurso PF

Além disso, ele afirmou que experiências dos candidatos do concurso PRF poderão ser utilizadas como argumento para suspensão das provas do concurso Polícia Federal. A convocações de fiscais do Cebraspe aconteceu nesta terça-feira (11/05), visando treinamento para as avaliações que estão previstas para o dia 23 de maio de 2021.

O presidente da Fenapef, Luís Boudens, afirmou que a PF está em “operação de guerra” para manter seu cronograma conforme o previsto. A banca organizadora informou que irá divulgar os locais de prova no dia 18 de maio de 2021. Depois dessa primeira fase, os candidatos ainda serão submetidos a mais ou menos sete etapas antes do Curso de Formação.

Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »