Concurso PRF: quais são as medidas de proteção na hora da prova?

Para a realização do concurso PRF de forma segura, o Cebraspe listou uma série de medidas de proteção e cuidados que os candidatos devem seguir no dia da prova.

O cronograma do concurso PRF (Polícia Rodoviária Federal) foi mantido e as provas devem ser realizadas no próximo domingo, dia 09 de maio de 2021. A grande preocupação dos candidatos, no entanto, é em relação à pandemia de COVID-19 e os riscos de contaminação. No entanto, a banca organizadora Cebraspe definiu uma série de cuidados a serem adotados.

As medidas de proteção contra o coronavírus a serem adotadas no dia da avaliação estão disponíveis no edital e são:

  • Comparecer ao local de aplicação usando máscara e portando máscaras reservas, se necessário, de modo a possibilitar a troca de sua máscara a cada duas horas;
  • Armazenar as máscaras usadas em saco plástico transparente, que deverá ser trazido pelo candidato;
  • Permanecer de máscara durante todo o tempo em que estiver nas dependências dos locais de aplicação de provas;
  • Submeter-se à verificação da temperatura corporal para acesso ao local de aplicação;
  • Observar o distanciamento adequado, conforme demarcação do piso com fita adesiva em frente ao portão de acesso ao local de aplicação, na entrada das salas de provas e dos banheiros;
  • Observar o distanciamento mínimo exigido na legislação aplicável entre os candidatos e entre membros da equipe de aplicação nas salas de aplicação das provas;
  • Verificar o seu horário de acesso ao local de provas, conforme informado na consulta individual, em link específico, em que serão disponibilizadas as informações relativas a seu grupo e a seu horário de entrada;
  • Submeter-se a pré-identificação realizada pela equipe de campo na chegada dos candidatos ao local de aplicação, sem contato físico e sem o manuseio de documentos ou de qualquer outro objeto dos candidatos, podendo ser solicitado que o candidato abaixe a sua máscara, de modo a permitir a visualização do seu rosto — concedendo-se somente ao candidato a manipulação de sua máscara —, mantendo se o distanciamento mínimo exigido na legislação aplicável de qualquer outro candidato ou membro da equipe de aplicação;
  • Permanecer de máscara ao se retirar de sala para uso dos banheiros e observar os procedimentos de higienização das mãos nesses ambientes;
  • Manter os cabelos arrumados de forma que não caiam sobre sua face enquanto estiver dentro dos locais de aplicação;
  • Submeter-se ao controle de saída dos candidatos ao término das provas para evitar aglomeração.

O edital ressalta que máscaras e frascos de álcool em gel 70% devem ser de uso individual, não sendo permitido o compartilhamento. O Cebraspe também informou que os candidatos que tiverem a temperatura aferida acima de 37,5 °C deverão passar por segunda aferição. Se a temperatura se mantiver, aquela pessoa será encaminhada para fazer a prova em sala especial.

O aviso de medidas de de proteção do concurso PRF também define que a banca organizadora irá disponibilizar álcool 70% em todas as salas e locais de circulação. Os candidatos também terão acesso à sabonete líquido e papel toalha nos banheiros. Também é recomendado que cada um leve sua própria garrafa de água, em material transparente, para evitar o uso dos bebedouros.

Como será a prova objetiva do concurso PRF?

A avaliação escrita é a primeira fase do concurso PRF, com duração de 4h30. A primeira parte será uma prova objetiva por 120 questões de múltipla escolha dividida em três blocos. Os candidatos responderão acerca dos seguintes assuntos:

  • Língua Portuguesa;
  • Raciocínio Lógico;
  • Informática;
  • Física;
  • Ética e Cidadania;
  • Geopolítica;
  • Língua estrangeira (inglês ou espanhol);
  • Legislação de Trânsito;
  • Direito Administrativo;
  • Direito Constitucional;
  • Direito Penal;
  • Direito Processual Penal;
  • Legislação Especial;
  • Direitos Humanos.

A segunda parte será uma provadiscursiva, valendo 20 pontos, no formato de redação. Os candidatos deverão redigir um texto no formato e tema exigidos no caderno de prova. É preciso ficar atento à normal culta da língua portuguesa.

Advogado entra com recurso para suspensão das provas

Esta semana foi cheia de vai-e-vem em relação à realização das provas do concurso PRF. Na segunda-feira (03/05), a juíza Liviane Kelly Soares Vasconcelos assinou liminar que suspendia as avaliações, justificando que não houveram melhoras nos índices da epidemia. Logo, a magistrada considerou inaceitável reunir milhares de pessoas em salas de aula fechadas para fazer a prova. 

No entanto, na noite desta quinta-feira (06/05), a Advocacia Geral da União (AGU) entrou com recurso e conseguiu derrubar a liminar, mantendo a avaliação no dia 09 de maio. Após a decisão assinada pelo desembargador Federal, Francisco de Assis Betti, o advogado José da Silva Moura Neto, responsável por enviar a primeira ação de suspensão autorizada por Vasconcelos, pediu reconsideração do parecer de Betti.

Apesar do apelo de Moura Netto, o Cebraspe divulgou a consulta dos locais de prova aos candidatos em seu site. Ao todo, 304.330 pessoas se inscreveram no certame, concorrendo a 1.500 vagas imediatas para nível superior no cargo de Policial Rodoviário Federal.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »