Governo - RN nomeia educadores aprovados no Concurso Público

Serão convocados mil professores e treze especialistas em educação para apoio pedagógico.

O Diário Oficial do Estado (DOE) trouxe na edição do último sábado (17), a convocação e a nomeação de 1.013 professores aprovados no Concurso Público de Provas e Títulos da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC). Serão convocados mil professores e treze especialistas em educação para apoio pedagógico.

Na sexta-feira (16), o DOE republicou e homologou o resultado final do concurso por classificação, pólo, cargo, inscrição, local e situação (classificados dentro do número de vagas previstas no edital e aprovados fora do número de vagas).

O resultado final foi publicado no DOE, edição de terça feira 28 de fevereiro. De acordo com o edital do concurso, os candidatos devem estar aptos para posse em até 30 (trinta) dias, contados a partir da nomeação, incluído nesse período, o prazo para obtenção do atestado de saúde ocupacional.

Será tornada sem efeito a nomeação se, no prazo estabelecido, o candidato não tomar posse. A COAPRH, setor de recursos humanos da SEEC, está finalizando o processo para o ato de nomeação em conjunto com a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos.

Para a entrega da documentação, os candidatos convocados devem se dirigir as Diretorias Regionais de Educação (DIREDs), em suas regiões e a Secretaria de Educação, no Centro Administrativo do Estado. São requisitos para a contratação: A apresentação dos documentos relacionados a seguir (Original e Cópia autenticada):

    * Prova de conclusão de curso de habilitação para o cargo, mediante a apresentação do respectivo Diploma, ou de documento oficial da instituição de ensino superior que ateste a conclusão do curso pelo candidato, acompanhado de protocolo de requerimento de expedição do Diploma e Histórico Escolar.
    * Título de eleitor e certidão de quitação eleitoral
    * Certificado de reservista, para os candidatos do sexo masculino
    * Certidão negativa de antecedentes criminais expedidas pelas Justiças estadual e federal, assim como pela Polícia Civil da localidade em que o candidato possuir residência nos últimos 5 (cinco) anos
    * Atestado de saúde ocupacional (ASO), habilitando o candidato para o exercício do cargo, expedido por junta médica oficial
    * Inscrição no Cadastro de Pessoas Físicas do Ministério da Fazenda (CPF)
    * Documento de identidade expedido por órgão oficial
    * Outros documentos que forem exigidos na portaria de nomeação.

Fonte: Portal do Governo do Rio Grande do Norte

Compartilhe

Comentários