Concurso SEAP RJ: aprovados em certames passados podem ser convocados

A Alerj aprovou projeto que prevê a convocação de candidatos aprovados em concurso SEAP RJ realizado nos anos de 2003, 2006 e 2012. Veja mais.

Nesta terça-feira (13), a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou o projeto de Lei 1.462/19, autorizando que aprovados nos concursos da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) nos anos de 2003, 2006 e 2012 sejam convocados. Sendo assim, quem prestou o concurso SEAP RJ e passou, deve ficar atento, pois poderá ser chamado.

Apesar de já ter passado em discussão única na Alerj, o projeto ainda precisa da autorização do governo estadual. Sendo assim, o texto já foi apresentado a Cláudio Castro, atual governador, que tem até 15 dias úteis para sancioná-lo ou vetá-lo.

Em dezembro de 2019, foi proposta a realização de um novo certame para a Secretaria na área da saúde. O coordenador do Núcleo do Sistema Penitenciário da DPRJ, Marlon Barcellos, afirmou que as contratações temporárias causam instabilidade à assistência de saúde aos presos. Dessa forma, o ideal seria haver uma seleção para efetivos.

No entanto, por causa da autorização de convocação aos aprovados em seleções passadas, fica proibida a realização de um novo concurso SEAP RJ até que todos sejam chamados. Aqueles que conseguiram passar em todas as etapas e estão aptos para começar o curso de formação podem ser convocados, respeitando as decisões judiciais e o Regime de Recuperação Fiscal.

Outra autorização da Alerj

No mês passado (setembro de 2020), a Alerj aprovou a criação do Serviço Militar Temporário Voluntário no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. Sendo assim, foi autorizado um concurso Bombeiros RJ com 25 vagas temporárias para ingresso no Curso de Formação para Oficiais. É necessário ter entre 18 e 25 anos de idade para assumir o posto de Praça e até 35 anos para o posto de Oficial.

Além disso, o Corpo de Bombeiros também irá recrutar outros 400 servidores temporários que foram aprovados em certames anteriores. O projeto que garante seleções para vagas por tempo determinado também precisa passar pelo crivo do governador.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »