Concurso SPTrans: justiça determina planejamento de novo certame

Todo o planejamento do futuro concurso SPTrans deverá ser apresentado no prazo de até um ano. Saiba os detalhes!

Justiça determina planejamento de novo concurso SPTrans: destaque para um martelo amarronzado, que é geralmente usado em tribunais de justiça para dar vereditos em sentenças

O concurso anterior da SPTrans foi realizado há oito anos. - Foto: Pixabay

Conforme determinação da 4ª Vara do Trabalho de São Paulo, a SPTrans terá que realizar um novo concurso em breve. Todo o planejamento do futuro edital deverá ser apresentado no prazo de até um ano. Essa decisão faz parte de uma série de medidas que precisam ser adotadas pela companhia “São Paulo Transporte S/A”, especialmente para assegurar a cota de 5% aos profissionais com deficiência (PcD).

Acompanhe a matéria completa e fique por dentro de mais detalhes sobre o assunto. Não se esqueça de conferir outros conteúdos de nosso site, como simulados e artigos. Temos certeza de que existe um material feito especialmente para você!

Concurso SPTrans: companhia deverá realizar novo certame para cumprir determinações legais

O Ministério Público do Trabalho (MPT), localizado na capital paulista, identificou que somente 3,59% dos empregados são compostos por pessoas com deficiência. Dessa maneira, o SPTrans deverá planejar um novo concurso público até o prazo de um ano para cumprir as determinações legais.

A companhia, dentro do quantitativo de vagas, vai ter que incluir reserva às PcDs para preencher a cota mínima de oportunidades (5%). Caso isso não aconteça, a SPTrans será intimada a pagar uma multa mensal no valor de R$ 50 mil.

“A necessidade de cumprimento de lei federal pode e deve ser motivo para a aprovação e posterior realização de concurso público. Eventual dificuldade financeira não é argumento oponível à norma, seja por sociedade de economia mista, seja por qualquer outra empresa”, relatou a juíza Camila Costa Koerich.

Último concurso SPTrans foi realizado em 2012

O concurso anterior da SPTrans foi realizado há oito anos, com o objetivo de preencher 323 vagas imediatas para profissionais em diversos níveis de escolaridade. Organizado pela Fundação Vunesp, o certame contemplou salários de R$ 846,20 a R$ 4.721,79 aos candidatos classificados. Ao todo, foram registradas 61.634 inscrições.

Confira, abaixo, os cargos que estavam na disputa de 2012:

  • Nível fundamental: Agente de Serviços Operacionais - Serviços de Manutenção Geral, Ajudante Geral - Manutenção Predial, Ajudante Geral - Serviços Gerais e Copeiro;
  • Nível médio: Telefonista, Agente de Informações, Mensageiro, Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e Guincheiro;
  • Nível médio técnico: Técnico em Edificações, Técnico em Informática, Técnico em Medições - Rede Elétrica, Técnico em Manutenção - Elétrica, Técnico em Processos Administrativos Júnior - Administração Geral e Técnico em Sistema de Transporte Júnior;
  • Nível superior: Advogado Pleno – Administrativo, Advogado Pleno - Cível, Advogado Pleno – Trabalhista, Advogado Pleno - Tributário, Analista de Comunicação Pleno, Analista de Gestão Pleno - Administração Geral, Analista de Gestão Pleno - Cargos, Salários e Carreira, Analista de Gestão Pleno - Desenvolvimento de Recursos Humanos, Analista de Gestão Pleno - Folha de Pagamento, Analista de Gestão Pleno - Licitações e Contratos, Assistente Social, Analista de Informática I, Analista de Marketing Pleno - Web Designer, Analista de Gestão Pleno – Compras, Analista de Gestão Pleno - Contábil e Analista de Gestão Pleno - Econômico Financeiro;
  • Ainda para nível superior: Analista de Gestão Pleno – Financeiro, Analista de Gestão Pleno - Planejamento Estrutural, Analista de Gestão Pleno - Preços e Custos (Compras Gerais), Analista de Gestão Pleno - Preços e Custos (Obras e Serviços de Engenharia), Analista de Gestão Pleno – Transporte, Analista de Marketing Pleno, Arquiteto Pleno - Arquitetura e Urbanismo, Auditor Pleno, Engenheiro Pleno - Engenharia Civil, Engenheiro Pleno - Engenharia Elétrica, Engenheiro Pleno - Engenharia Veicular, Médico Auditor - Plano de Saúde e Médico do Trabalho.

Os profissionais foram avaliados por meio de até cinco fases classificatórias e eliminatórias, dependendo do cargo pleiteado. Confira:

  • Provas objetivas;
  • Prova prático-profissional;
  • Prova de redação;
  • Provas práticas;
  • Avaliação psicológica.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários