Autorizados concursos para PM e agente penitenciário em SC

Diante dos recentes problemas de segurança pública, governador Raimundo Colombo anuncia a realização de concurso para a área policial

Com o objetivo de conter a violência e garantir a segurança da população catarinense, o governador Raimundo Colombo anunciou algumas medidas necessárias, entre as quais a autorização de concursos públicos para contratação de 1.560 policiais militares e 300 agentes penitenciários. O governador se reuniu na quarta-feira, 6, em Brasília, com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo e, nesse encontro, foram definidas atitudes conjuntas que poderão ser tomadas a qualquer momento para conter a violência e garantir a segurança da população catarinense.

Apoio do Governo Federal

O ministro da Justiça garantiu que toda a estrutura do Governo Federal está disponível: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e vagas em presídios federais de segurança máxima. “Vamos estreitar a relação entre os governos, principalmente na questão da inteligência. Vamos fazer a integração de forças e ser firmes no combate”, salientou Colombo.

O ministro José Eduardo Cardozo acrescentou ainda que todas as medidas estão sendo pensadas “para ontem”, com extrema urgência. “Assumo o compromisso de auxiliar com todas as possibilidades o Governo de Santa Catarina”, disse ele, informando ainda que reunião técnica entre os órgãos de segurança federal e estadual será realizada em breve para traçar um plano de enfrentamento à violência e combate ao crime organizado.

Um dos Estados mais seguros do País

O governador ressaltou ainda que Santa Catarina é um dos Estados mais seguros do País e, para manter a segurança, já colocou todo o efetivo nas ruas, fortalecendo os pontos críticos. “Não permitiremos que isto tudo continue.”

Segundo Colombo, a polícia está muito bem equipada e capaz de proteger o cidadão. “Todas as ações para combater esta situação estão sendo tomadas. Os visitantes e a população poderão passar o Carnaval tranquilos”, complementou.

Curso de aperfeiçoamento para policiais

Além da realização dos novos concursos, o governador ressaltou que outras medidas estão sendo tomadas, tais como a realização de curso de aperfeiçoamento para mil policiais; a inauguração, nos últimos seis anos, de seis nova unidades prisionais, somando cerca de 3 mil novas vagas; o aumento do efetivo da segurança pública; a queda pela metade do índice de evasão do sistema prisional e o aumento para 6 mil no número de detentos trabalhando dentro dos presídios.

Novos policiais tomam posse e SSP anuncia nomeação de mais 53 escrivães

No dia 05/02, em solenidade na Academia da Polícia Civil de Santa Catarina Acadepol, mais 34 Policiais Civis ingressaram no quadro da instituição. São 30 Agentes de Polícia Civil, 3 Escrivães e 1 Psicólogo Policial. Durante a formatura, o Secretário de Segurança Pública, Cesar Augusto Grubba, anunciou a nomeação de mais 53 escrivães de Polícia, que passaram no último concurso público, mas que ainda faltavam ser chamados para a o curso de formação.

Os formandos desta manhã, passaram por 5 meses de intensa capacitação, com aulas teóricas, práticas e estágio em delegacias e unidades policiais. Para se tornar um Agente de Polícia Civil foram necessárias 894 horas/aulas, 882 horas/aulas para Escrivães e 782 horas/aulas para Psicólogos Policiais. Com esta nova turma, somando com o ano de 2012, 456 novos profissionais foram formados pela Acadepol. Atualmente, a instituição tem um quadro de 3.223 Policiais Civis, que correspondem a 53% do efetivo previsto em lei.

Edição com informações da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina

Compartilhe