Crédito imobiliário: Caixa anuncia pausa no pagamento; saiba mais

Aqueles que recebem auxílio emergencial ou seguro-desemprego podem solicitar pausa no pagamento do crédito imobiliário. Confira mais detalhes sobre o assunto.

Pausa no pagamento do crédito imobiliário: prédio da Caixa Econômica Federal

Para o público em geral, a Caixa vai disponibilizar redução de parcelas do crédito imobiliário. - Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Na última segunda-feira, dia 07 de junho, a Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou novas condições a respeito do crédito imobiliário. Haverá pausa de até seis meses no pagamento das parcelas, especificamente para quem recebe auxílio emergencial e seguro-desemprego. As medidas foram anunciadas pelo próprio presidente do banco, Pedro Guimarães.

Para o público em geral, a Caixa também vai disponibilizar algumas condições para o pagamento do crédito imobiliário. Guimarães informou que será concedida quitação parcial, com redução de até 25% da parcela por até seis meses. Outra possibilidade diz respeito à diminuição de 25% a 74,99% da cota, dentro do prazo máximo de 90 dias.

Aqueles que comprovarem perda de renda, por sua vez, deverão contar com redução de mais de 75% no valor das prestações. Em qualquer dos casos, os pedidos de pausa e de redução das parcelas do crédito imobiliário devem ser realizados pelo aplicativo Habitação Caixa (Android e iOS). Conforme o presidente do banco, as novas condições têm o propósito de auxiliar as famílias nas reorganizações das dívidas.

Pausa no pagamento do crédito imobiliário e redução das parcelas

As pausas nos pagamentos do crédito imobiliário, conforme a Caixa, podem ser de até seis meses para quem recebe auxílio emergencial ou seguro-desemprego. No entanto, não haverá a necessidade de pagar imediatamente após o fim do prazo. Os valores ainda não quitados, durante a vigência da negociação, serão incorporados ao saldo devedor do contrato.

Por conseguinte, as quantias vão ser diluídas no período que ainda resta para cada pessoa. Confira as principais condições para o pagamento de crédito imobiliário, que foram anunciadas pela Caixa:

  • Será possível reduzir o valor da parcela em até 25% por, no máximo, seis meses;
  • Também haverá a possibilidade de pedir reduções entre 25% e 74,99% durante até três meses, desde que os clientes apresentem autodeclaração de perda de renda;
  • Para reduções acima de 75%, os clientes deverão apresentar documentos que comprovem a perda de renda. O banco vai avaliar o contexto de cada um dos solicitantes;
  • A pausa no pagamento do crédito imobiliário estará disponível pelo prazo de seis meses para quem recebe seguro-desemprego ou auxílio emergencial. Além do app Habitação Caixa, o pedido de pausa poderá ser feito pelo número 0800 104 0104.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »