Qual é a data do PRIMEIRO pagamento do auxílio emergencial 2021?

Com a aprovação do auxílio emergencial 2021, muitas pessoas já estão querendo saber a data do primeiro pagamento. Confira as informações divulgadas até então.

Data do primeiro pagamento do auxílio emergencial 2021: mão segurando celular. Na tela, é possível ver a página do auxílio emergencial

Os inscritos no Bolsa Família vão receber a primeira parcela a partir do dia 16 de abril de 2021. - Foto: Concursos no Brasil

Com a promulgação da PEC Emergencial (nº 186/19), muitas pessoas já estão querendo saber a data prevista para o primeiro pagamento. O ministro da Economia, Paulo Guedes, sinalizou que o auxílio emergencial 2021 começará a ser pago no início de abril. Em evento online do Jornal Jota, o chefe da pasta disse que a prorrogação não saiu antes em razão dos trâmites políticos.

Ele destacou que a autorização de gastos extras, inclusive quanto ao auxílio emergencial de 2021, possui “tempo próprio” na política. Vale lembrar que o Ministério da Cidadania ficará responsável pelas publicações das medidas provisórias. Nos documentos, será possível conferir os novos critérios para recebimento das parcelas. A meta, até então, é de conceder quatro pagamentos até julho de 2021.

Valor do novo auxílio emergencial e critérios previstos

Em ocasiões anteriores, Guedes já havia comentado sobre a nova rodada de pagamentos. O ministro da Economia disse que os valores serão variáveis, tendo em vista as composições familiares dos beneficiários. Dessa maneira, as mulheres chefes de família terão direito às cotas de R$ 375, enquanto aqueles que moram sozinhos deverão receber parcelas de R$ 175.

Já os demais beneficiários do auxílio emergencial, por sua vez, farão jus às cotas médias de R$ 250. Mesmo que o Ministério da Cidadania ainda não tenha publicado as novas regras, é possível que o principal critério continue mantido. Ou seja, poderão receber as parcelas aquelas famílias com renda per capita de até um salário mínimo e meio, desde que o total de rendimento não ultrapasse três salários mínimos.

De acordo com apurações feitas pelo Extra Globo, os depósitos deverão começar na primeira semana de abril. Terão prioridade, de início, os inscritos no CadÚnico e, depois, os trabalhadores informais que se cadastraram pelo aplicativo da Caixa. Por último, os beneficiários do Bolsa Família serão devidamente contemplados, conforme calendário tradicional do programa.

Auxílio emergencial para Bolsa Família: data do primeiro pagamento

Com base em informações preliminares, os inscritos no Bolsa Família vão receber a primeira parcela a partir do dia 16 de abril de 2021. As datas vão seguir o calendário tradicional do programa, levando em consideração o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários.

Assim como foi no ano passado, os depósitos serão feitos de maneira escalonada. Confira, abaixo, a data do primeiro pagamento para Bolsa Família:

Número final do NISDatas de pagamento
NIS 116 de abril de 2021
NIS 219 de abril de 2021
NIS 320 de abril de 2021
NIS 422 de abril de 2021
NIS 523 de abril de 2021
NIS 626 de abril de 2021
NIS 727 de abril de 2021
NIS 828 de abril de 2021
NIS 929 de abril de 2021
NIS 030 de abril de 2021

Como consultar o saldo do auxílio emergencial 2021?

Como não serão liberadas novas inscrições, os beneficiários do auxílio emergencial apenas poderão consultar os saldos das parcelas. A Dataprev, no ano passado, criou uma página para que os interessados pudessem realizar esse procedimento. Ela funciona desde o início do programa. Veja como será possível consultar o saldo do auxílio emergencial de 2021:

  • Acesse a página da Dataprev;
  • Digite os dados solicitados pelo sistema, como CPF, nome completo do beneficiário, data de nascimento e nome da mãe;
  • Clique em “Enviar” e espere a página carregar por completo. Por meio dela, será possível conferir o saldo das parcelas.

Além disso, os beneficiários poderão realizar as consultas pelo aplicativo Caixa Tem (Android e iOS). Essa plataforma funciona como uma espécie de conversa pelo WhatsApp, com funcionalidades intuitivas. Pelo app, os usuários podem consultar os seus saldos, realizar pagamentos e efetuar transferências bancárias. Também é possível gerar um cartão virtual de débito para fazer compras em diversos estabelecimentos comerciais.

Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Comentários

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »