DIVULGADA relação de aprovados na segunda chamada do Prouni; VEJA

A relação de aprovados na segunda chamada já pode ser acessada no site do Prouni. Na edição deste ano, o governo disponibilizou 162 mil bolsas. Saiba mais.

Na última segunda-feira, dia 08 de fevereiro, o Ministério da Educação divulgou a relação dos aprovados na segunda chamada do Prouni (Programa Universidade para Todos). Aqueles que se classificaram, por sua vez, devem comprovar as informações que foram prestadas nos momentos das inscrições.

Ao que tudo indica, o prazo se encerra no dia 24 de fevereiro. Neste ano de 2021, o governo federal disponibilizou oportunidades 13.117 cursos em 1.031 instituições privadas de ensino. Elas estão localizadas em todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal.

Ao menos 162 mil bolsas foram ofertadas por meio desta edição do Programa Universidade para Todos. A lista de aprovados na segunda chamada, bem como o calendário de atividades, pode ser conferida por meio do site do Prouni.

Aprovados na segunda chamada do Prouni: critérios

De acordo com o Ministério da Educação, as bolsas integrais do Prouni podem ser disponibilizadas para os estudantes que comprovarem renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo por mês. Já o acesso às bolsas parciais são liberados para aqueles que tenham renda familiar bruta de até três salários mínimo por pessoa.

Veja outros critérios gerais para ser contemplado com oportunidades do Programa Universidade para Todos:

  • Ensino médio deve ter sido realizado em escola da rede pública ou da rede privada, desde que na condição de bolsista integral;
  • Vale destacar que os professores da rede pública também podem garantir as bolsas do Prouni. Nesse contexto, o limite de renda não é aplicado;
  • Os interessados, de maneira geral, devem ter feito a edição mais recente do Enem;
  • As bolsas são concedidas para os estudantes que não tenham zerado na redação. Na média das provas, é necessário ter alcançado pelo menos 450 pontos.

Detalhe importante: devido ao contexto de COVID-19, os avaliadores basearam-se nas notas do Enem de 2019. Até porque as provas da edição de 2020 haviam sido adiadas em razão do cenário de pandemia no contexto brasileiro.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »