Empréstimo do Bolsa Família pode chegar a R$ 15 MIL: quem pode pedir?

Beneficiários do Bolsa Família podem pedir empréstimo para abrir pequenos empreendimentos. As condições são especiais e variam conforme o perfil do solicitante.

empréstimo do bolsa família: a imagem mostra leque de notas de 50 reais

Saiba como fazer a solicitação. - Foto: Concursos no Brasil

O Bolsa Família permite que seus beneficiários solicitem empréstimo por meio do Plano Progredir. As 13 milhões de famílias cadastradas no programa podem contar com microcrédito para abrirem seus próprios empreendimentos. Os valores podem ser utilizados para melhorar as condições de moradia e educação da família.

Os empréstimos variam de R$ 300 a R$ 15 mil com condições especiais e juros que se diferenciam de acordo com a quantidade de parcelas, valor pego e renda do solicitante. 

Quem tem direito ao empréstimo do Bolsa Família?

O Progredir conta com um orçamento de R$ 4 bilhões para microcrédito e ainda oferece qualificação profissional por meio do Pronatec. Dessa forma, os novos empreendedores têm a possibilidade de aperfeiçoar seu trabalho e entrar no mercado.

Também há ferramentas de elaboração de currículo, análise de perfil dos candidatos e vagas de emprego usadas no programa para ajudar os beneficiários a encontrarem um trabalho. O objetivo é gerar independência financeira ao cidadão para que este possa ter sua própria renda.

Sendo assim, os cadastrados podem solicitar o empréstimo do Bolsa Família desde que:

  • Possuam outra renda além do benefício pago mensalmente, como emprego formal de carteira assinada;
  • Estejam cientes da fiscalização feita pelo Progredir;
  • Permitam a visita do fiscal;
  • Tenham um fiador, que irá arcar com as parcelas não pagas pelo solicitante.

Como pedir o empréstimo do Bolsa Família?

Primeiro, o interessado deve conferir se está dentro de todos os critérios e juntar a seguinte documentação:

  • Identidade e CPF;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda;
  • Carteira de trabalho;
  • Cartão do benefício;
  • Inscrição no Cadastro Único.

Todos os beneficiários do Bolsa Família, com inscrição no CadÚnico ativa e atualizada, podem pedir o empréstimo para microempreendedor. Para isso, basta:

  1. Reunir os documentos pessoais e o cartão do BF;
  2. Reunir os documentos do fiador;
  3. Ir a uma agência da Caixa junto com seu fiador;
  4. Encontrar um representante do Programa;
  5. Fazer a solicitação.

Depois disso, basta aguardar a visita do avaliador que irá decidir se você poderá receber o microcrédito. O resultado sai em cerca de oito dias, dizendo se você foi aprovado ou não, bem como o valor disponível para a retirada.

Isadora Tristão
Redatora
Nascida na cidade de Goiânia e formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Goiás, hoje, é redatora no site "Concursos no Brasil". Anteriormente, fez parte da criação de uma revista voltada para o público feminino, a Revista Trendy, onde trabalhou como repórter e gestora de mídias digitais por dois anos. Também já escreveu para os sites “Conhecimento Científico” e “KoreaIN”. Em 2018 publicou seu livro-reportagem intitulado “Césio 137: os tons de um acidente”, sobre o acidente radiológico que aconteceu na capital goiana no final da década de 1980.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »