Fila do Bolsa Família em 2021 chega a mais de 420 mil pessoas; confira

Apesar de já terem comprovado situação de pobreza, cerca de 423,3 mil unidades familiares não estão recebendo as parcelas do Bolsa Família. Confira os detalhes.

Cerca de 423,3 mil pessoas estão na lista de espera para receber as parcelas do programa Bolsa Família, apesar de já terem comprovado situação de pobreza ou extrema pobreza. As informações foram apuradas pelo Jornal Folha de S. Paulo. Ao que tudo indica, as unidades famílias apresentaram a documentação no início de 2021 e ainda aguardam parecer do Ministério da Cidadania.

Quase 1,2 milhão de cadastros estavam na lista de espera no mês de março, mas o governo brasileiro passou a priorizar as novas parcelas do auxílio emergencial. Esse programa, inclusive, tem caráter temporário e conta com mais recursos do que outras políticas permanentes.

Considerando a fila do Bolsa Família, 763 mil passaram a contar com os repasses do auxílio emergencial em 2021. Isso quer dizer que, embora que já terem confirmado a situação de hipossuficiência financeira, cerca de 423,3 mil unidades familiares não receberam nem os benefícios do Bolsa Família e nem os pagamentos do auxílio emergencial.

Promessa de novo Bolsa Família em 2021

Desde 2020, o governo já vem cogitando a possibilidade de reformular o Bolsa Família. A ideia seria de apresentar as mudanças a partir do mês de agosto, quando o auxílio emergencial terminaria de ser pago. Por outro lado, o ministro Paulo Guedes afirmou que o programa poderá ser renovado até outubro, no sentido de assegurar os beneficiários enquanto a população adulta não estiver sido vacinada contra a COVID-19.

Em ocasiões passadas, o presidente Jair Bolsonaro havia comentado alguns detalhes sobre o novo Bolsa Família em 2021. O chefe do Executivo disse que as parcelas médias devem se equiparar aos pagamentos do auxílio emergencial. Ou seja, as unidades familiares podem passar a receber a quantia mensal de R$ 250 em vez de R$ 192.

Confira outras mudanças previstas no Bolsa Família:

  • Inclusão de mais 300 mil cadastros no programa Bolsa Família;
  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para estudantes com os melhores desempenhos escolares;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para os estudantes que se destacarem em esportes e C&T (Ciência e Tecnologia);
  • Auxílio-creche mensal de R$ 200 para as mães incluídas nos cadastros do Bolsa Família.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »