Golpe do auxílio emergencial: e-mail para atualizar aplicativo é falso

Mais um golpe do auxílio emergencial está sendo efetuado. Desta vez, os hackers enviam um e-mail para atualizar o aplicativo da Caixa. Entenda:

Golpe do auxílio emergencial: enquadramento fechado em mão segurando o celular. Na tela, é possível ver a página inicial do aplicativo da Caixa para pedir o auxílio emergencial

Verifique se o e-mail é legítimo pelos números 121 ou 0800-707-2003. - Foto: Wikimedia Commons

Desde o momento em que entrou em vigor, o auxílio emergencial vem auxiliando milhões de pessoas que sentiram o impacto da crise econômica. Quem solicitou o recurso, por outro lado, precisa ficar atento para informações falsas e mal intencionadas. Isso porque certos hackers começaram a aplicar vários tipos de golpe do auxílio emergencial. O mais recente deles diz respeito à mentirosa solicitação para atualizar o aplicativo da Caixa.

Os oportunistas estão aproveitando a fragilidade do momento para confiscar dados confidenciais. Ao receber um e-mail bastante convincente, alguns beneficiários são “lembrados” de que precisam realizar uma atualização para continuar mantendo acesso no site ou aplicativo.

Muitas pessoas estão clicando nas mensagens maliciosas, com o objetivo de seguir os procedimentos indicados. O problema é que, ao fazer isso, os hackers aplicam um dos golpes mais comuns na área: o phishing, que corresponde ao truque de obter dados pessoais e sigilosos ao fazer com que os usuários acessem suas páginas.

Geralmente, os e-mails contam com logos da Caixa e outras informações bastante parecidas com as prestadas oficialmente. Plataformas de streaming e empresas de TV a cabo, por exemplo, também têm os seus dados e logos usados de maneira criminosa.

Golpe do auxílio emergencial: ignore o e-mail para atualizar aplicativo da Caixa

É importante entender que os golpes só podem ser realizados quando as vítimas clicam diretamente nos links dos e-mails. Portanto, ao receber uma mensagem mal intencionada para atualizar o aplicativo da Caixa, não aperte em nenhum link que aparecer em sua tela.

Existem outros truques que os hackers utilizam para seduzir os usuários, especialmente quanto àqueles que trazem a seguinte mensagem: "Se não quer mais receber e-mails, clique aqui". Essa é uma estratégia para que usuário não deixe de ser redirecionado para as páginas onde os golpes do auxílio emergencial acontecem.

Na dúvida, simplesmente ignore a mensagem e entre em contato com a empresa que fornece os serviços. Verifique se o e-mail é legítimo pelos números 121 ou 0800-707-2003. Também é possível fazer a denúncia em qualquer agência da Caixa Econômica Federal.

Golpe do auxílio emergencial em números

Até então, ao menos 11 milhões de pessoas já foram vítimas de tentativas de golpes do auxílio emergencial. A maioria delas são efetuadas diretamente nas redes sociais, incluindo o WhatsApp. De acordo com dados do Laboratório Especializado em Segurança Digital da PSafe (dfndr lab), surgiram mais de 250 aplicativos falsos e 125 páginas relacionadas ao coronavírus para tirar vantagem do público.

A Caixa Econômica Federal (CEF) pediu para que os usuários solicitem o auxílio emergencial apenas pelo site oficial do banco ou do governo.

“Neles, são utilizados fatores complementares de segurança baseados em informações, código de verificação, além do próprio dispositivo para garantir o devido nível de segurança do processo. Assim, podemos garantir que ao utilizar os aplicativos oficiais da Caixa as informações e transações dos clientes estarão seguras”, afirma a instituição financeira.

Veja mais:

Tópico: Caixa Econômica Federal

Compartilhe

Comentários