Governo criará o Renda Brasil, substituto do Bolsa Família

Substituto do Bolsa Família, Renda Brasil seria mais abrangente. Porém, poucos detalhes foram dados pelo ministro Paulo Guedes.

Governo criará o Renda Brasil, cartão do Bolsa Família

Substituto do Bolsa Família, Renda Brasil foi citado por Guedes em reunião. - Foto: Agência Senado

Nesta segunda-feira (09/06), o ministro da Economia, Paulo Guedes, falou com líderes de alguns partidos. Segundo ele, o governo criará o Renda Brasil, um programa e que seria um substituto do Bolsa Família. Na reunião ainda estavam presentes o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, e o ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto.

Assim como o Bolsa Família, o Renda Brasil seria um programa de transferência de renda. De acordo com Guedes, ele seria mais abrangente que o Bolsa Família. Entre as novas pessoas que poderiam fazer parte estão os beneficiários que recebem o auxílio emergencial.

Faltam detalhes sobre o Renda Brasil

Durante a reunião não foram dados mais detalhes sobre como o Renda Brasil funcionaria ou de onde viriam os recursos. Também não foi informado quando o governo fará a apresentação oficial do novo programa. No momento, o substituto do Bolsa Família estaria em desenvolvimento.

Polêmica com o Bolsa Família

Recentemente o governo federal se envolveu em uma polêmica em relação ao Bolsa Família. O presidente Jair Bolsonaro, por meio de uma portaria, havia destinado recursos que seriam alocados ao programa para a Secretaria Especial de Comunicação Social (Secom).

A alegação é de que o dinheiro, R$ 83,9 milhões, não precisaria ir para o Bolsa Família por conta do pagamento do auxílio emergencial. Porém, não houve justificativa sobre a fila de pessoas cadastradas que esperam recursos do governo. Após muitas críticas e pressão de alguns deputados, o governo revogou, nesta terça-feira (09/06), a portaria que iria transferir os recursos do programa.

O que é o Bolsa Família

O Bolsa Família foi criado em 2003, no primeiro mandato do então presidente Lula. Naquela época, foi anunciado que o programa seria direcionado às famílias consideradas pobres ou que estivessem em situação de extrema pobreza.

Por ser um programa de transferência direta de renda, o Bolsa Família oferece dinheiro a pessoas que não possuem condições de se sustentar. Porém, para receber o benefício, é preciso que o indivíduo siga critérios específicos. Caso haja irregularidade ou não cumprimento das regras, o dinheiro é cortado. Em todo o Brasil, aproximadamente 13,9 milhões de famílias são atendidas pelo programa.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »