Governo deve lançar novo Bolsa Família ainda em janeiro!

Com o fim do auxílio emergencial e sem Renda Cidadã, o governo pretende lançar um novo Bolsa Família em 2021.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni (DEM-RS), participou do programa Direto ao Ponto, da Jovem Pan, na última segunda-feira (18), e afirmou que o governo federal deverá lançar o novo Bolsa Família ainda em janeiro de 2021.

O novo programa deverá ter ticket mínimo superior a R$ 200 e buscar uma emancipação das famílias. “Vamos dar garantia para as famílias. Se a pessoa se empregou e perdeu o emprego por algum motivo, pode voltar para o programa, sem entrar na fila”, explicou.

Além disso, deve ser lançada também uma proposta de microcrédito digital produtivo, desenhada para os 26 milhões de invisíveis que não constavam em cadastros anteriores. De acordo com o Ministro, a pasta aguarda autorização do Presidente Jair Bolsonaro.

Como será o novo Bolsa Família?

A ampliação do Bolsa Família deverá ser anunciada ainda em janeiro de 2021. De acordo com o ministro da cidadania, o novo modelo dará mais liberdade e autonomia e não terá viés político eleitoral. “Eles vão votar em que quiserem e não no candidato que montou o programa”, disse.

“O programa já está pronto, foi todo trabalhado, já foi apresentado ao presidente (Jair Bolsonaro), só falta o ok, e isso não tem a ver com a grana, até porque temos previsto para 2021 34,8 bilhões de reais”, disse Onyx Lorenzoni em coletiva de imprensa. Uma das novidades diz respeito à introdução dos quesitos meritocráticos, ou seja, as chamadas “portas de entrada e saída”.

Os detalhes sobre o novo Bolsa Família ainda não foram especificados pelo Ministério da Cidadania, mas novas informações deverão ser divulgadas ao longo das próximas semanas.

Enquanto isso, já temos alguns aspectos preliminares que podem ajudar a entender como será o Bolsa Família em 2021. A maioria das previsões foram organizadas em projetos de lei e/ou anunciadas pelo próprio governo federal.

A equipe econômica, então, pretende estabelecer aumento no valor dos repasses, auxílio-creche e bonificações para bons estudantes. Essas premiações, previstas em medida provisória, incentivariam melhores desempenhos escolares de crianças/adolescentes de até 17 anos de idade.

Veja os novos benefícios incluídos na medida provisória:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os melhores estudantes;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000 para alunos com bom desempenho na área de ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000 para alunos que se destacarem em atividades esportivas;
  • Auxílio-creche de R$ 200 mensais para as mães inscritas no Bolsa Família.

Saiba mais sobre o Bolsa Família

Bolsa Família foi criado desde 2004, pelo Governo Federal, com objetivo de auxiliar as famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza.

Os principais objetivos do programa Bolsa Família são:

  • Auxiliar no combate da fome, além de promover a segurança alimentar e nutricional;
  • Ajudar no combate da pobreza e outras formas de privação das famílias;
  • Promover o acesso à rede de serviços públicos, em especial a saúde, educação, segurança alimentar e assistência social.

Podem se beneficiar com o programa, as famílias em situação de pobreza (renda por pessoa entre R$ 89,01 a R$ 178,00) ou extrema pobreza (renda por pessoa de até R$ 89,00 por mês) e que tenham em sua composição gestantes, nutrizes (mães que amamentam), crianças ou adolescentes entre 0 e 17 anos.

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »