Governo - DF divulga resultado de prova para conselheiro tutelar

Das 7,2 mil pessoas que realizaram o certame em 5 de julho, 4.519 foram aprovadas.

O Governo do Distrito Federal divulgou o resultado da prova objetiva para os candidatos a uma das 200 vagas de conselheiro tutelar em todo o Distrito Federal. Das 7,2 mil pessoas que realizaram o certame em 5 de julho, 4.519 foram aprovadas. Agora, os concorrentes têm de 17 a 19 deste mês para entregar uma série de documentos exigidos, como certidões negativas expedidas pela Justiça e declaração de experiência de no mínimo três anos com atividades ligadas a crianças e adolescentes.

"Todas as fases são importantes para qualificar o processo, tamanha importância do conselheiro tutelar nas comunidades, pois ele será a ponte entre o poder público e a sociedade", afirmou a secretária de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Jane Klebia Reis.

As eleições ocorrem em 4 de outubro, das 9 às 17 horas. Além dos 200 titulares, que vão atuar em 40 conselhos espalhados em todas as regiões administrativas, serão eleitos 400 suplentes. Eles assumirão as funções em caso de vacância dos primeiros. O mandato do conselheiro é de quatro anos, com possibilidade de uma reeleição.

Os postulantes aos cargos só poderão iniciar a campanha em 4 de setembro. Quem se mobilizar antes desse prazo terá a candidatura impugnada.

Defesa
O certame objetivo organizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) exigiu que os candidatos tivessem conhecimento sobre legislação e regulamentação a respeito de políticas públicas voltadas à criança e ao adolescente.

O papel do conselheiro tutelar é mediar conflitos em núcleos familiares com menores de 18 anos, fazendo a ponte entre a comunidade e o Estado. Algumas ações são colocar o sistema judiciário à disposição das famílias, requerer vagas em escolas públicas e defender crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade.

Compartilhe