Governo do DF empossa novos servidores e anuncia concurso

Governador Agnelo Queiroz empossou 1.429 professores e anunciou abertura de concurso com mais 854 vagas para a área

Com o compromisso de resgatar a qualidade do ensino público no Distrito Federal, o governador Agnelo Queiroz, acompanhado pela primeira-dama, Ilza Queiroz, deu na sexta (01/03) posse a 1.429 professores da educação básica, de um total de 1.688 convocados. Na solenidade, ele também anunciou a realização de concurso público, ainda este ano, com 854 vagas efetivas para contratação de profissionais para o ensino básico.

Os professores empossados vão reforçar o quadro de pessoal da Secretaria de Educação em 29 disciplinas. A medida beneficiará cerca de 500 mil alunos matriculados nas 652 escolas públicas do DF.

O prazo final para que todos os 1.688 aprovados se apresentem para efetivar o cargo é dia 5 de março. Se as 259 vagas remanescentes não forem preenchidas dentro desse período, uma nova convocação será feita, por ordem de classificação.

Edital para 854 vagas 

Durante solenidade de posse dos novos professores, o governador assinou o edital de abertura de concurso público para 854 vagas para e educação básica. Dessas, 804 são para professores, e outras 50, para especialista em educação básica, com ênfase em monitoria educacional.  As provas serão realizadas ainda neste ano, e os aprovados, convocados até 2014. As autorizações para esses cargos podem ser conferidas no Diário Oficial do DF, nº 45, de 04/03/2013, página 8.

Haverá cadastro reserva para as duas áreas. "Essas novas contratações são fruto do empenho e de reivindicações da categoria. Foi preciso reduzir despesas para que pudéssemos contratar em áreas essenciais como Educação, Saúde e Segurança Pública", explicou Agnelo Queiroz.

Entre 2011 e 2012, foram nomeados 1.807 profissionais para a Educação, entre professores, auxiliares e equipe administrativa. Com os novos empossados, esse número subiu para 3.495 profissionais.

Agnelo Queiroz ressaltou, ainda, que a contratação dos 1.688 novos professores também vai ajudar na adoção do projeto de ensino integral. "Local de criança é na escola, e para ter alunos nas instituições são necessários recursos humanos com profissionais qualificados. Agora nós temos", comemorou o governador.
 

Edição com informações do Portal do GDF

***

Governo do DF empossa novos servidores e anuncia concurso (16/01/2013)

Governo do Distrito Federal empossou 754 novos servidores para a Saúde, Desenvolvimento Social, Detran e Procuradoria Geral.

O Governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, empossou 754 novos servidores que vão trabalhar na Secretaria de Saúde, Secretaria de Desenvolvimento Social e também no quadro de pessoal do Detran e Procuradoria-Geral do DF.

A atual gestão já convocou aproximadamente oito mil servidores para diversas áreas e este  número de contratação é o maior registrado nos últimos oito anos. "Quem toma posse hoje é o exército da saúde para vencer essa guerra declarada que é o combate ao crack", afirmou Agnelo.

Os 340 novos profissionais (272 lotados na Saúde e 68 na Sedest) vão atuar no programa de enfrentamento ao crack e outras drogas. Além deles, outros 293 médicos de 22 áreas distintas vão reforçar o quadro da saúde no DF.

A Procuradoria-Geral do DF também ganhou reforço com a posse de 51 servidores, entre Técnicos e Analistas Jurídicos. Já o quadro do Detran recebeu outros 70 profissionais, sendo 35 Assistentes e 35 Técnicos de Trânsito.

Polícia Civil DF: o GDF vai contratar 300 agentes de polícia por meio de concurso. A autorização foi publicada no DODF e o edital deve sair em 45 dias.

As informações são dos perfis sociais (Twitter e Facebook) do Governo do Distrito Federal.

***

Notícia anterior: Concurso Metrô - DF foi autorizado (19/11/2012)

Quadro de pessoal da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal será reforçado com pelo menos 232 novos servidores.

A edição de 19/11/2012 do Diário Oficial do Distrito Federal publicou a autorização para que seja aberto o concurso da Companhia do Metropolitano do Distrito Federal (Metrô-DF). Ao todo, serão oferecidas cerca de 232 vagas, além de ser formado um cadastro reserva, que será definido no edital.

Segundo notícia da Agência Brasília, a medida atende a reivindicação do Sindicato dos Metroviários do Distrito Federal (SindMetrô DF) pela contratação de funcionários para suprir necessidades em diversas áreas da companhia.

Compartilhe