Governo divulga lista de beneficiários do auxílio de R$ 600

Portal da Transparência divulga lista de beneficiários do Auxílio Emergencial. São mais de 53 milhões de nomes.

Na manhã desta sexta-feira, 05/06, o governo federal publicou a lista de beneficiários do auxílio emergencial no Portal da Transparência. A página permite que qualquer cidadão possa conferir os nomes de mais de 53 milhões de pessoas que receberam o benefício. Para fazer as buscas, basta definir filtros de pesquisa por estado, município e mês. A consulta também pode ser feita pelo número do CPF e Número de Identificação Social (NIS).

De acordo com o comunicado do governo: "A consulta é formada por três grupos de beneficiários, conforme regras definidas na legislação: Programa Bolsa Família, Inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) e Não Inscritos no Cadastro Único (ExtraCad). Neste lançamento, estão publicados os recursos da primeira parcela do Auxílio Emergencial, com pagamentos disponibilizados até a folha de abril para o grupo Bolsa Família, até 15 de maio para os inscritos no CadÚnico e até o dia 22 de maio para os do Extracad. Dessa forma, o Portal detalha um total de R$ 38,1 bilhões em recursos repassados pelo Governo Federal."

Os dados do Auxílio Emergencial serão atualizados mensalmente no Portal da Transparência. Caso um cidadão identifique alguma irregularidade referente ao pagamento, ele terá a oportunidade de enviar uma denúncia para o Ministério da Cidadania. 

No fim de maio, o ministro da CGU, Wagner Rosário, já tinha afirmado que a Controladoria-Geral da União iria divulgar a lista com o nome dos beneficiários: "vamos estar colocando em transparência toda a base do recebimento do auxílio emergencial. Todas as pessoas que vêm recebendo para que o cidadão possa ele mesmo fiscalizar", disse Rosário.

Fraudes no auxílio emergencial

A página do Portal da Transparência surge em meio a dezenas de denúncias relacionadas ao pagamento do auxílio emergencial. Um dos escândalos recentes foi a identificação do pagamento do benefício para 11 foragidos da polícia divulgado pela Rede Globo.

Além disso, uma pesquisa feita pelo Instituto Locomotiva mostrou que um terço das Classes A e B solicitou o auxílio emergencial. De acordo com os dados do estudo, 69% tiveram seus cadastros aprovados e receberam as parcelas de R$ 600. 

Quem for pego tentando fraudar o auxílio de R$ 600 poderá ser preso e a pena pode chegar a 6 anos pelo crime de estelionato. Cabe à PF investigar qualquer tipo de irregularidade relacionada aos pagamentos do benefício.

Bolsonaro confirma quarta e quinta parcela do auxílio emergencial

Enquanto isso, durante uma live, Jair Bolsonaro confirmou o pagamento da quarta e quinta parcela do benefício e que isso já está "acertado com o [ministro da Economia] Paulo Guedes". Segundo ele, o valor "vai ser menor do que os R$ 600, para ir partindo exatamente para um fim. Cada vez que nós pagamos esse auxílio emergencial, dá quase R$ 40 bilhões. É mais do que os 13 meses do Bolsa Família”, argumentou.

O cronograma da 3ª parcela está previsto para sair na segunda semana de junho.

Veja também:

Compartilhe

Especial Concurso BB

Veja mais »