Governo libera dados INÉDITOS sobre benefícios dos servidores públicos

O Ministério da Economia divulgou um relatório com os benefícios concedidos para os funcionários das estatais, além dos melhores e piores salários. Confira.

Benefícios dos servidores públicos: logo da Petrobras em fundo branco

Quanto aos salários mais altos, a Petrobras garantiu a primeira posição. - Foto: Divulgação/Petrobras

Na última segunda-feira (01/02), o governo federal divulgou um relatório a respeito dos benefícios fornecidos aos funcionários de 46 empresas estatais. Todos os detalhes foram divulgados pela Secretaria Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia. De acordo com as informações presentes no documento, o funcionário mais bem pago trabalha na Petrobras e recebe salário mensal de R$ 106.189.

O relatório, em termos gerais, reuniu as médias salariais das empresas públicas, bem como os ganhos mais altos e mais baixos. Em relação aos benefícios vigentes, algumas companhias chegam a fornecer mais de R$ 1.200 para ajuda à educação dos filhos dos funcionários, desde que os dependentes tenham até 17 anos e 11 meses de idade.

Benefícios fornecidos para os servidores das estatais brasileiras

O relatório expôs dados sobre os benefícios adicionais que são transferidos para o funcionalismo público no Brasil. Um dos principais diz respeito à ajuda na educação dos filhos dos servidores. Confira alguns valores identificados pelo Ministério da Economia:

  • BNDES fornece quantias mensais de até R$ 1.262 para cada filho de até 17 anos e 11 meses de idade;
  • Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) garante reembolso integral dos custos com educação para filhos de três a seis meses de idade. Além disso, a empresa também concede auxílio de R$ 871 para dependentes de sete meses até 17 anos e 11 meses;
  • Algumas estatais pagam gratificação de férias acima do previsto pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Na Eletrobras, o benefício chega a 75% do salário mensal;
  • Existem determinadas companhias públicas que também pagam hora extra, adicional noturno acima do previsto, cesta de alimentação e auxílio-refeição.

Melhores salários no funcionalismo público

Com base no relatório do Ministério da Economia, as melhores médias salariais são concedidas para os funcionários da Empresa Brasileira de Administração de Petróleo e Gás Natural S.A. (PPSA). O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vem logo em seguida, acompanhado da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Veja os valores:

  1. PPSA: R$ 31.335;
  2. BNDES: R$ 29.230;
  3. Codevasf: R$ 20.734.

Quanto aos salários mais altos, a Petrobras garantiu a primeira posição. Até porque o servidor mais bem pago de estatal ganha R$ 106.189 por mês. Confira:

  1. Petrobras: R$ 106.189;
  2. BNDES: R$ 75.650;
  3. Eletrobras: R$ 71.154.

Piores médias salariais

A Indústria de Material Bélico do Brasil (Imbel) tem a pior média salarial, com base em comparação com as demais empresas públicas. Logo em seguida, vem os Correios. Veja os valores disponíveis no relatório do governo federal:

  1. Imbel: média de R$ 2.580;
  2. Correios: média de R$ 4.118.
Bruno Destéfano
Redator
Nasceu no interior de Goiás e se mudou para a capital, Goiânia, no início de 2015. Seu objetivo era o de cursar Jornalismo na UFG. Desde o fim de sua graduação, já atuou como roteirista, gestor de mídias digitais, assessor de imprensa na Câmara Municipal de Goiânia, redator web, editor de textos e locutor de rádio. Escreveu dois livros, sendo um de ficção e outro de não-ficção. Também recebeu prêmios pela produção de um podcast sobre temas raciais e por seu livro-reportagem "Insurgência - Crônicas de Repressão". Atualmente, trabalha como redator web no site "Concursos no Brasil" e está participando de uma nova empresa no ramo de marketing digital.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »