Governo paga abono salarial do PIS/PASEP

Governo está pagando o oitavo lote do abono salarial do PIS/ PASEP. Confira se você estará entre os beneficiados e como receber.

Se você trabalhou em 2018 com carteira assinada, pode ser que tenha um dinheiro te esperando! O Governo Federal iniciou o pagamento do 8° lote do abono salarial do PIS/PASEP, nesta quinta-feira (13/02). Os valores variam de R$ 88,00 a R$ 1.045,00, conforme o tempo em que o trabalhador passou empregado no ano de 2018.

O dinheiro é liberado conforme um quadro, nos quais os beneficiados do Programa de Integração Social (PIS) são classificados pela ordem de nascimento, com cada lote representando um mês, sendo o oitavo lote março e abril.

O Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP) utiliza o número da inscrição do funcionário público. Neste lote estão sendo liberados os abonos dos finais 6 e 7.

A tabela completa dos valores e datas do PIS pode ser acessada, no site da Caixa Econômica federal. Em contrapartida, os detalhes do PASEP podem ser lidos no site do Banco do Brasil. Em todas as opções, o prazo final de saque é o dia 30 de junho de 2020.

Quem pode receber o abono salarial?

Para receber o abono salarial, o interessado precisa:

  • Estar inscrito no PIS/PASEP há no mínimo cinco anos;
  • Ter ganho no máximo dois salários mínimos por mês, em média;
  • Ter trabalhado pelo menos um mês com carteira assinada no ano de 2018;
  • Estar com dados corretos e atualizados perante o Governo Federal.

Para ter certeza se tem o direito ao abono, entre em contato com a Caixa, em seu site, ou telefones oficiais. No caso do PASEP, faça o mesmo, só que com o Banco do Brasil.

Como fazer o saque do dinheiro

No caso de trabalhadores de empresas privadas e correntistas da Caixa Econômica Federal, o dinheiro cairá de forma automática em suas contas e não precisarão se preocupar em sacá-lo. Se você tiver conta no banco, confira o seu extrato.

As demais pessoas precisam se dirigir, portando Cartão Cidadão e senha, a um caixa eletrônico da Caixa ou ir em alguma lotérica para fazer o saque.

Para servidores públicos, o saque deverá ser feito nas agências do Banco do Brasil. Correntistas recebem o dinheiro automaticamente.

Não custa lembrar que o prazo final para o saque é o dia 30 de junho já que se você não sacar a tempo, terá que entrar na justiça para recuperar o dinheiro.

O que é o abono salarial?

O abono salarial foi instituído em 1990, pela lei n° 7.998/90 e tem como função gerar uma renda extra ao trabalhador. Inicialmente, este dinheiro era pago em casos de aposentadoria, aniversário de 70 anos do contribuinte, invalidez do contribuinte ou de um dependente dele, entre outros casos.

Entretanto, durante o governo Michel Temer, para aquecer a economia, o dinheiro foi liberado para todos os trabalhadores que estivessem dentro dos requisitos citados anteriormente. O governo atual seguiu com a mesma linha de raciocínio.

Para servidores Públicos ele é pago por meio do PASEP. Já para quem trabalha em empresas privadas, o dinheiro vem do PIS. Ambos fazem parte do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), que também é responsável por pagar o benefício do seguro-desemprego.

Também é importante não confundir esse abono salarial com o Fundo PIS/PASEP.

Compartilhe

Comentários