Governo pretende adiar concurso IBGE para 2022

Concurso IBGE poderá ser realizado somente em 2022, porque o governo tem o objetivo de adiar o Censo mais uma vez.

Governo pretende adiar concurso IBGE para 2022, pessoa escrevendo

Concurso IBGE ofertará mais de 200 mil vagas. - Foto: Burst

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o governo pretende adiar o Censo Demográfico previsto para 2021, consequentemente impactando o concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O motivo seria os problemas financeiros que o Poder Executivo enfrenta na elaboração de um orçamento para o ano que vem. Com isso, o certame só seria realizado em 2022.

Vale ressaltar que, inicialmente, o Censo seria realizado em 2020, assim como o concurso. No entanto, a pandemia provocada pelo novo coronavírus obrigou o adiamento do levantamento que é realizado por todo o país a cada década. O certame chegou a abrir inscrições, mas depois de ser postergado, teve que devolver o dinheiro da taxa de participação aos concurseiros.

O ponto que mais chama a atenção é que, segundo o jornal, boa parte dos recursos, cerca de R$ 2,3 bilhões, que iriam para o Censo e para o concurso IBGE, serão destinados ao Ministério da Defesa. O governo já vem sofrendo críticas pelo fato de ter anunciado que a pasta terá mais recursos do que a Educação em 2021.

Um dos pilares do governo Bolsonaro são os militares. Sendo assim, o presidente pretende evitar que o Ministério da Defesa sofra com contingenciamento de investimentos. Com a nova proposta do Executivo, o orçamento da Defesa irá para R$ 111 bilhões. Em comparação, a Educação teria R$ 102,9 bilhões.

Todo ano, o governo federal é obrigado a entregar o seu planejamento de gastos para os próximos 365 dias. O Congresso recebe a proposta e vota o que é conhecido como Lei de Diretrizes Orçamentárias. O prazo de entrega é o dia 31 de agosto. Caso nada seja mudado e tendo aprovação do Legislativo, o concurso IBGE poderá ficar somente para 2022.

O que é o Censo?

O Censo Demográfico é uma grande pesquisa realizada no país a cada dez anos. Nela, o IBGE, por meio de seus agentes, visita todos os domicílios do país para que haja uma grande coleta de dados sobre a situação da população brasileira. O último levantamento foi realizado no ano de 2010, fazendo com que 2020 fosse o próximo.

O Censo coleta dados em níveis municipal, estadual e nacional. Informações sobre renda, qualidade de vida, quantidade de moradores por habitação, estado civil, quantidade de filhos, entre outras são obtidas durante o levantamento.

Sendo assim, o Censo serve como parâmetro para que o governo defina as suas próximas ações e desenvolva políticas públicas para os anos seguintes. Se por exemplo, as pessoas relatam que o acesso à saúde não está sendo adequado, teoricamente, com a informação, a administração pública poderá investigar o problema e chegar a uma solução.

Outro ponto importante é que os dados do Censo são públicos e podem ser acessados por toda a população. Assim, investidores privados costumam ter novas ideias de setores para investir por conta da demanda populacional.

Justamente para que o Censo seja realizado, é preciso que o IBGE contrate centenas de milhares de pessoas para percorrerem o Brasil fazendo as entrevistas, colhendo as respostas dos cidadãos. Depois, há um processamento de dados que são transformados em valiosas informações. Ou seja, o Censo é imprescindível.

Como será o concurso IBGE

O concurso IBGE é um dos mais desejados e concorridos do Brasil. O certame será organizado pelo Cespe/Cebraspe e, ao todo, serão ofertadas 208.695 vagas temporárias para suprir as demandas do Censo Demográfico de 2020, protelado para o ano seguinte por causa da pandemia. As oportunidades estão divididas em:

  • 5.462 vagas para a função de Agente Censitário Municipal (ACM);
  • 22.676 vagas para Agente Censitário Supervisor (ACS);
  • 180.557 vagas para Recenseador.

Dependendo do cargo, os salários podem chegar a R$ 2.100,00 por mês.

Como o adiamento ainda não foi confirmado pelo governo federal e nem aprovado pelo Legislativo, por enquanto, o concurso IBGE está marcado para o ano de 2021.

Carlos Rocha
Redator
Jornalista formado (UFG), atualmente redator no site Concursos no Brasil. Foi roteirista do Canal Fatos Desconhecidos (YouTube) por um ano e meio. Produziu conteúdo de podcast para o Deezer. Fez parte da Rádio Universitária (870AM) por três anos e meio como apresentador no Programa Fanático e como repórter, narrador e comentarista da Equipe Doutores da Bola. Fã de futebol, NFL e ouvinte de podcast.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »