Governo repassa R$ 82 bilhões para pagamento do auxílio emergencial

Caixa Econômica Federal confirmou o recebimento da quantia que será para pagamento do auxílio emergencial.

Pagamento do auxílio emergencial

O auxílio emergencial faz parte de uma série de medidas do governo federal para auxiliar a população em meio à pandemia do novo coronavírus. - Foto: Divulgação / Caixa Econômica Federal

O Governo Federal Brasileiro realizou um repasse de R$ 82 bilhões para a Caixa Econômica Federal com objetivo de efetuar os pagamentos referentes ao auxílio emergencial de R$ 600,00. Os benefícios são fruto do plano de medidas para auxiliar a população durante a pandemia do novo coronavírus.

A Caixa Econômica Federal e o governo selaram contrato pelo período de nove meses para efetuar o pagamento. O banco está cobrando uma taxa de R$ 0,80 por operação relacionada ao benefício, sendo o menor valor em comparação aos demais auxílios federais.

Muitas pessoas ainda contam com o seu pedido de auxílio emergencial em análise. A expectativa é de que ainda esta semana sejam concluídas as solicitações de 17 milhões de pedidos e que, dentro deste montante, 6 a 8 milhões sejam elegíveis.

Veja também:

Auxílio emergencial em análise

Milhões de brasileiros tiveram a sua primeira solicitação do auxílio emergencial considerada inconclusiva. Por isso, essas pessoas precisaram refazer o pedido, alterando as informações cadastrais. 

Para auxiliar o solicitante, o Governo Federal disponibilizou um site para acompanhar o pedido do auxílio emergencial, além dos canais já conhecidos como o aplicativo ou o site da Caixa. 

Além disso, o Ministério da Cidadania anunciou que as agências dos Correios poderão ajudar no cadastramento do auxílio emergencial, oferecendo apoio principalmente para a população que não possui internet em casa.

A Dataprev, empresa responsável por analisar as informações dos solicitantes, comunicou que pelo menos 14,7 milhões de cadastros estão em fase final de homologação. Após esse processo, os pagamentos devem ser realizados. 

Pagamento da segunda parcela do auxílio

O calendário referente ao pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial de R$ 600 ainda não foi revelado. A expectativa era de que o anúncio acontecesse no início da semana, mas até o momento não foi divulgado o motivo para a demora.

Em abril, a Caixa Econômica Federal havia publicado um calendário referente às datas de pagamento da segunda parcela, que deveriam iniciar em 27 de abril e encerrar em 05 de maio. 

Por meio de coletiva de imprensa na última segunda-feira (11), o vice-presidente Rede de Varejo do banco, Paulo Henrique Ângelo, disse que o calendário de pagamento seria divulgado pelo Governo Federal, mas que o banco já se encontra apto para liberar o pagamento. "A Caixa está preparada para iniciar o pagamento da segunda parcela, mas o calendário será divulgado pelo governo. Estamos focados em terminar o pagamento da parcela um e, assim que o Governo Federal divulgar o novo calendário, vamos informar os detalhes operacionais deste pagamento", disse o vice-presidente Rede de Varejo do banco.

A quarentena já dura cerca de dois meses em alguns estados, o que tem reduzido a renda familiar dos profissionais informais. O auxílio emergencial deveria ajudar, em caráter de urgência, os trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs) e autônomos que perderam renda durante a crise da pandemia da COVID-19.

As agências da Caixa Econômica Federal estão com novo horário de atendimento, confira!

Márcia Andréia
Redatora
Jornalista no Portal Concursos no Brasil, estudou Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduanda em Publicidade e Propaganda pela Faculdade Dom Alberto.
Atuou na produção da Record Bahia, na assessoria de comunicação da Prefeitura de Correntina - BA, na redação do Jornal do Sudoeste, dentre outras atividades na área de propaganda.

Compartilhe

Especial Auxílio Emergencial

Veja mais »